Veja entrevista do sertanejo Eduardo Costa sobre escândalo do rancho

Rancho-mansão em Capitólio, que deve ser demolido, entrou como pagamento em negócio

Postado em: em Justiça

O cantor sertanejo Eduardo Costa prestou depoimento na tarde desta quarta-feira (18), na sede do Departamento Estadual de Investigação de Fraudes, no bairro Santa Efigênia, região Leste de Belo Horizonte. 

Cantor nega irregularidades após depoimento em BHCantor nega irregularidades após depoimento em BH

Segundo a Polícia Civil, ele foi chamado para falar a respeito de uma suspeita de estelionato. Em depoimento, o cantor negou o crime.

Segundo a investigação, o cantor teria negociado, em 2015, a troca de um imóvel de sua propriedade localizado em Escarpas do Lago, na cidade de Capitólio  (a 168 km de Franca), no valor aproximado de R$ 6 milhões, por outro localizado na região da Pampulha, em Belo Horizonte, cujo valor seria de R$ 9 milhões.

O músico, no entanto, não teria informado na negociação que o imóvel estaria com embargos ambientais por ter parte construída sob área de proteção ambiental.

De acordo com o delegado Vinícius Dias, responsável pelo caso, ainda não há provas suficientes para apontar que Eduardo Costa tenha cometido o crime de estelionato.

O músico garante que jamais teve a intenção de prejudicar qualquer pessoa. "Inclusive, quando comprei a casa esse imóvel já existia. Era algo que estava claro para todos durante a negociação", afirmou o cantor.

Se for condenado por estelionato qualificado, Eduardo Costa pode cumprir pena de um a quatro anos de prisão.

Ação Civil Pública

De acordo com a assessoria de comunicação do Ministério Público Federal em Minas Gerais (MPF/MG), em 2011, o MPF/MG, através da Procuradoria da República no Município de Passos, entrou com uma ação civil pública pelo fato da mansão estar construída em uma área de preservação ambiental permanente.

Em 2013, a ação foi convertida em processo e encaminhado para a Justiça Federal – Subseção Judiciária de Passos/MG.

Em 2017, a Justiça determinou a demolição parcial do imóvel.

Pedido inusitado

Há cerca de um ano, foi propagado nas redes sociais um áudio em que o cantor reclamava da falta de apoio de prefeitos de municípios mineiros para comprar uma casa de luxo em condomínio a beira da represa de furnas. No mesmo áudio, Eduardo Costa também fala da falta de segurança em Capitólio e que não é valorizado pela prefeitura da cidade, já que a presença dele no município atrai turismo para a região.

Veja a entrevista do cantor:


Artigos Relacionados