Variedade de café com resistências mostra vantagens ao produtor

A acauã foi, assim, incluída na categoria muito tolerante ao stress hídrico,

Postado em: em Agronegócios

Plantar café de uma variedade que tenha boa resistência traz muitas vantagens. A imagem/foto abaixo mostra o grande diferencial de comportamento dos cafeeiros entre dois diferentes materiais genéticos, depois da safra e sob um período de seca, agora em setembro de 2020.

A variedade nova, a acauã, plantada ao lado da mundo novo, apresenta cafeeiros enfolhados, sentindo menos o stress resultante da safra colhida, do ataque da ferrugem e da estiagem prolongada. A acauã tem uma carga genética que confere, praticamente, imunidade à ferrugem e boa tolerância à seca. 

Essa tolerância, aqui observada, vem sendo verificada em condições de campo em diversas regiões e, em pesquisa recente, essa característica, de tolerância à estiagem, foi comprovada através de medições do potencial hídrico da ante-manhã. 

Enquanto cafeeiros da variedade catuaí, o padrão, apresentaram potencial hídrico de -1,03 Mpa, a acauã novo apresentou -0,45 MPa, mostrando-se ainda turgido, retendo 55% a mais de água que o padrão catuaí vermelho IAC 144. 

A acauã foi, assim, incluída na categoria muito tolerante ao stress hídrico, considerados aqueles cafeeiros de variedades que apresentaram mais de 40% de economia de água em relação ao padrão. Essa medição foi efetuada em final de agosto de 2020, depois de mais de três meses sem chuva.

Por outro lado, o cafeeiro da variedade mundo novo, pelo seu porte alto e ramagem aberta, fica bem exposto à insolação e ao calor, e vem se mostrando pouco tolerante ao stress hídrico. Além disso, sua alta susceptibilidade à ferrugem representa um fator adicional para a desfolha, apesar do controle químico normal dessa doença.

Alguns cafeicultores e mesmo técnicos, baseados em suas tradições, têm dificuldades em adotar inovação no plantio de variedades desenvolvidas mais recentemente. É fato que as variedades mais cultivadas, a mundo novo e a catuaí, apresentam boas características produtivas e bom vigor. 

Porém, as pesquisas realizadas e os exemplos de plantios comerciais, como o mostrado na foto, dão garantia para a utilização das novas variedades, as quais são liberadas e registradas após testagem em diversas regiões, com aferição da sua produtividade, por longo período de safras, sempre em comparação com os padrões ensaiados, justamente a mundo novo e a catuaí.

Vale ressaltar que no trabalho de pesquisa de avaliação de cafeeiros de diferentes variedades, em relação ao stress hídrico, foi verificado que existem variedades mais susceptíveis à seca que o próprio catuaí, estas não devendo ser plantadas em sequeiro, em regiões que possam ter déficits severos.


Artigos Relacionados