Smells like...

Postado em:

Se o cheiro do cloro e do protetor solar conseguem te levar de volta
à praia no meio de um dia frio de inverno, aquele macarrão fresquinho sendo cozido para aquele domingo em família, então não é nenhuma surpresa que uma fragrância possa transportá-lo a um momento especial da sua vida. Como uma memória da sua infância quando sua mãe te deu um beijo de bom dia ou aqueles minutos de nervoso antes de você ir pro primeiro dia de um novo trabalho. Existe uma ciência por trás disso, uma poderosa conexão entre o perfume e a memória trazendo recordações do subconsciente, nos mantendo conectados com o nosso passado.

Quando sentimos o cheiro de algo, o cheiro passa através do bulbo olfatório em nosso cérebro, que é a região que elabora as nossas impressões olfativas. Ele tem conexão direta com as duas áreas do cérebro que lidam com a memória e a emoção: a amígdala e o hipocampo. Ao contrário do resto de nossos sentidos, quando sentimos o cheiro de algo, o cheiro entra pelo córtex frontal e segue direto para a parte mais subdesenvolvida do nosso cérebro. Isso pode ser atribuído ao fato de nosso olfato ser o nosso sentido mais avançado no desencadeamento de emoções e memórias. É tão avançado que até mesmo os menores indícios de notas como as de baunilha e âmbar podem nos transportar de volta a uma memória intensa ou excitante.

A região do hipocampo do cérebro é também onde as memórias de curto prazo se transformam em memórias de longo prazo. O entrelaçamento entre o cheiro e o armazenamento da memória no hipocampo pode explicar por que certos aromas parecem se ligar a lembranças e emoções vívidas no cérebro, e voltam quando o nariz é exposto àquele gatilho em particular. Por exemplo, o cheiro do gengibre poderia evocar uma memória ou emoção relacionada ao amor e à intimidade, devido às suas tendências afrodisíacas.

Apesar da estreita ligação entre o olfato e a memória, o gatilho dos aromas não ocorreria se não fossem as respostas condicionadas, como o ato de ligar automaticamente um aroma a um evento, pessoa, coisa ou até mesmo um momento. Isso quer dizer, que de certa forma, você pode manipular esse gatilho, você pode associar cheiros a momentos e torná-los mais agradáveis e inesquecíveis. Hora de testar esse poder, e criar memórias incríveis para serem relembradas daqui muito anos!


*Esta coluna é semanal e atualizada às quintas-feiras.