Sesi Franca impõe virada histórica pra cima de Bauru e bate rival no Pedrocão

Léo Meindl mostra seu talento e anota 25 pontos contra o rival francano, seu ex-time

Postado em: - Atualizado em: em Basquete

O Sesi Franca Basquete conquistou uma vitória épica na tarde deste sábado (02/12). No Ginásio Pedrocão. Depois de ver o rival Bauru Basket abrir 20 pontos no segundo quarto e dominar o placar durante 34 minutos, o time conseguiu se redimir, com o apoio da torcida. 

Depois de muito insistir, os francanos conseguiram a virada e saíram vencedores do primeiro clássico da temporada 2017/2018 do NBB, pelo placar de 87 a 83.

Com o expressivo resultado, o Franca acumulou sua terceira vitória em cinco partidas (60% de aproveitamento), igualou a campanha do Bauru e de quebra ultrapassou seu rival na tabela de classificação por ter vantagem no desempate por confronto direto. Agora, o time do técnico Helinho Garcia está colado no G-4, na quinta colocação, enquanto os atuais campeões aparecem em sexto.

Para sair de quadra com essa incrível vitória, o Franca contou com uma atuação de gala de Léo Meindl. Campeão do NBB pelo Bauru na última temporada, o ala de 24 anos chamou a responsabilidade a partir do segundo tempo e registrou 23 pontos nos dois últimos quartos, sendo 13 deles em 16 tentados só no período final. 

Ao todo, Léo somou 25 pontos (3/5 nas bolas de 3 pontos) e igualou seu recorde pessoal na história da competição. Além disso, pegou seis rebotes, deu quatro assistências e totalizou 27 de eficiência.

Outro grande motivador da reviravolta francana foi o armador Henrique Coelho. Depois de um primeiro tempo muito abaixo do esperado, em que anotou apenas dois pontos, o camisa 10 do time da casa se reergueu e, ao lado de Léo Meindl, comandou a virada da sua equipe nos dois períodos finais, no qual totalizou 14 de seus 16 pontos no confronto. De quebra, Coelho pegou cinco rebotes, deu duas assistências e roubou três bolas, números que lhe renderam 17 de eficiência.

O clássico do interior paulista marcou as estreias do alas/pivôs Jefferson William e Rafael Mineiro com a camisa do Franca pelo NBB. Campeão nacional pelo Bauru na temporada passada, Jefferson cumpriu quatro jogos de suspensão do STJD e fez sua primeira partida na competição justamente contra a equipe que atuou nas três últimas temporadas e deixou a quadra com 14 pontos e cinco rebotes, enquanto Mineiro contribuiu com 11 pontos e quatro rebotes.

Quem também estreou no NBB na tarde deste sábado foi o lituano Osvaldas Matulionis, reforço do Bauru para o restante da temporada. Com “Osvaldo” estampado na camisa, o ala de 26 anos mostrou qualidade e registrou expressivos 14 pontos, com aproveitamento de 4/7 nas bolas de 3 pontos, além de cinco assistências e quatro rebotes em sua primeira aparição oficial no basquete brasileiro.

Tanto Bauru quanto Franca voltarão à quadra somente daqui dez dias, em 12 de dezembro (terça-feira): os bauruenses medirão forças com a Liga Sorocabana, fora de casa, às 20 horas, enquanto os francanos irão ao Alto Tietê enfrentar o invicto Mogi das Cruzes, no Ginásio Hugo Ramos, também 20 horas, com transmissão ao vivo dos canais SporTV.

O Dragão começou a partida avassalador. Com tamanha aplicação na defesa, a equipe bauruense foi extremamente eficiente nas ajudas e dobras e não deu chances ao Franca, que fez somente nove pontos no primeiro período. Desta forma, o atual campeão do NBB foi aumentando sua vantagem gradativamente e terminou os dez minutos iniciais com 14 pontos de frente: 23 a 9.

Ao fazer os seis primeiros pontos do segundo quarto, o Bauru abriu 20 pontos e ficou em situação bastante confortável no confronto (29 a 9) após roubada de bola seguida de uma bela enterrada no contra-ataque de Gabriel Jaú.

Sob fortes vaias de sua torcida, o Franca enfim acordou. Com mais consistência na defesa e menos erros no ataque, o time do técnico Helinho Garcia conseguiu explorar bem as brechas defensivas dos bauruenses e emplacou uma corrida de 15 a 2, o que cortou o prejuízo de 20 para sete pontos (31 a 24). Essa margem se manteve até o final do segundo período, que se encerrou com placar de 34 a 27 para o Dragão.

O Franca voltou do intervalo determinado a mudar sua situação na partida. Logo no início da parcial, a equipe da casa cortou a margem para cinco pontos (37 a 32), mas recebeu o primeiro balde de água fria ao ver o Bauru acertar duas bolas de 3 seguidas, uma delas com falta e cesta somado ao lance livre de bonificação de Renan Lenz. Com isso, a diferença subiu para 12 pontos em um piscar de olhos.

Os francanos não perderam as esperanças e seguiram buscando a virada. Na reta final do terceiro quarto, o clube da Capital do Basquete chegou a empatar a partida em 53 a 53, mas uma bola de 3 pontos de Duda Machado deixou o Dragão ainda em vantagem (56 a 53). Mas, depois de tanto insistir, o time da casa conseguiu a virada no período final. Depois de empatar o duelo em 62 a 62, o ala Antonio converteu uma bola de 3 pontos da zona morta e colocou sua equipe na frente pela primeira vez no jogo, restando seis minutos para o fim do jogo (65 a 62).

Durante todo o segundo tempo “o cara” do Franca foi Léo Meindl. Com dez pontos no terceiro quarto, o jogador entrou nos dez minutos finais e chamou a responsabilidade de vez. Bastante agressivo e decidido, o camisa 23 francano fez nove pontos durante a virada de seu time e praticamente decretou o triunfo com uma bola de 3 pontos que deixou a vantagem em oito pontos (77 a 69).

Mesmo com a brusca inversão de cenário, o Bauru não desistiu e lutou até onde pôde para buscar o resultado. Com duas bolas de 3 pontos do lituano Osvaldas Matulionis, os atuais campeões ficaram bem próximos no placar o tempo todo, mas o Franca soube se manter à frente através da precisão nos lances livres.

Ainda nos segundos finais, Duda Machado acertou uma bola de 3 pontos que diminuiu a diferença para dois pontos (85 a 83), mas na saída, o francano Antonio sofreu a falta rápida e garantiu a vitória ao converter os dois lances livres: 87 a 83.


Artigos Relacionados