Salário e rejuvenescimento podem ser causa da saída de Reginaldo Leme

Sem chegar em um acordo, Reginaldo teria sido convencido por amigos e familiares a diminuir o ritmo.

Postado em: em Um Toque a +

Reginaldo Leme não faz mais parte do casting da Globo e sua saída não surpreendeu a direção da emissora. 

Isso porque existe um desejo por parte do setor de esporte de rejuvenescer a Fórmula 1 e também porque muitos profissionais, principalmente os que estão há mais tempo no canal, não estão reagindo muito bem com a mudança de contrato de PJ (Pessoa Física) para CLT (Consolidação das Leis do Trabalho).

Reginaldo foi chamado para falar sobre a alteração do contrato e o jornalista não teria concordado com o novo método. A diminuição de salário seria grande e Leme não estaria disposto a continuar com a mesma carga de trabalho ganhando menos.

A direção da Globo teria tentado convencê-lo a continuar, explicando que ele poderia fazer propagandas, algo permitido aos profissionais de esporte. 

Porém, Galvão Bueno, o principal nome esportivo do país, não conseguiu contratos de publicidades e Leme pode ter entendido que não receberia propostas para participar de comerciais.

Sem chegar em um acordo, Reginaldo teria sido convencido por amigos e familiares a diminuir o ritmo. 

Com 74 anos, o jornalista poderia aproveitar mais a família, momentos de descanso e ainda trilhar novos caminhos profissionais, como palestras e participações especiais em outros canais.



Artigos Relacionados