Residencial Vida Nova Ribeirão com 6991 casas é entregue pela Pacaembu

Mais 2.078 famílias receberam as chaves das suas casas da última etapa no bairro planejado

Postado em: em Cidades

Quatro de julho será inesquecível para 2.078 famílias ribeirão-pretanas. Hoje elas conquistaram o sonho da casa própria durante a entrega da última etapa do Residencial Vida Nova Ribeirão – empreendimento da Pacaembu Construtora em parceria com a Prefeitura de Ribeirão Preto e financiamento da Caixa Econômica Federal. O novo bairro, na zona Norte da cidade tem 6.991 residências e é considerado o maior bairro planejado do Brasil.

Para celebrar, a Pacaembu Construtora reuniu moradores, autoridades, convidados e parceiros em uma cerimônia especial. Segundo Fred Escobar, diretor comercial da Pacaembu Construtora, a data é de muita alegria. “A Pacaembu acreditou na cidade e na força da sua gente. É a concretização de 6.991 sonhos que realizamos em Ribeirão Preto com a entrega total do Vida Nova Ribeirão, bairro planejado com comércio, serviços e equipamentos públicos. Tudo organizado para proporcionar qualidade de vida às pessoas”, comenta.

“O Vida Nova Ribeirão começou a ser construído em 12 de junho, aniversário do meu pai que foi prefeito da cidade por duas vezes. E hoje, 4 de julho, é a data de falecimento dele. É um orgulho nesse momento representar o município e ter a responsabilidade de fazer parte de projetos que facilitam e aceleram a melhoria da vida das pessoas com um dos bairros mais bem planejados e bonitos de Ribeirão Preto”, afirmou o prefeito Duarte Nogueira.

Entre as famílias estava a de Fabíola Cristina de Oliveira e de Fernando Rodrigues de Souza. O casal foi acompanhado dos filhos Lorenzo e Antony, de 5 e 2 anos

“Trabalhamos para viabilizar o financiamento, aprovamos o projeto e acompanhamos a obra para chegar e nos deparar com momentos como este, de comemorar a casa própria dos brasileiros”, explica Rodrigo Wermelinger, superintende nacional da Caixa.

Sonho realizado – Entre as famílias estava a de Fabíola Cristina de Oliveira, 36 anos, dona de casa e de Fernando Rodrigues de Souza, 29 anos, motorista. O casal foi acompanhado dos filhos Lorenzo e Antony, de 5 e 2 anos. “Felicidade é a palavra que nos define. Não dormimos essa noite de tanta ansiedade. O Lorenzo só fala do quarto novo que  terá. Em breve já vamos nos mudar”, explica o casal.

“Moramos de aluguel há seis anos. Um dinheiro que não volta mais. Agora, temos o nosso imóvel que será algo nosso e dos filhos. A prestação é a metade do valor do aluguel”, explica Fabíola.

Natália dos Santos Castro, 31 anos, técnica de enfermagem e o marido Bruno de Castro, 31 anos, vigilante, pais de Pedro, 4 anos, também receberam as chaves e estampavam felicidade. “Somos casados há sete anos e pagamos aluguel. Por mês desembolsamos R$ 700. Agora teremos um gasto de R$ 625, mas pagaremos por algo nosso. O pedreiro começa amanhã a fazer o muro, nos mudaremos o quanto antes”, finaliza Natália.

Sobre o Vida Nova Ribeirão - A primeira etapa do Vida Nova Ribeirão foi entregue em dezembro de 2018, com seis meses de antecedência do prazo contratual.  A segunda foi com nove meses de antecedência. O local conta com Centro de Educação Infantil (CEI), Escola de Ensino Infantil (EMEI), Unidade Básica de Saúde (UBS) e Centro de Assistência Social (CRAS).

Além das residências, o bairro possui 761 lotes destinados à implantação de padaria, açougue, supermercado, academia, farmácia e outras modalidades comerciais, sendo que 600 lotes já foram comercializados e alguns estabelecimentos já estão em funcionamento.

A qualidade de vida é um dos diferenciais do Vida Nova Ribeirão, que têm nove áreas de lazer, cinco academias ao ar livre, seis playgrounds, campo de futebol, quadras poliesportivas, campos de areia, parque linear, praças, cerca de 4 km de ciclovias e mais de 11 km de pista de caminhada, além de espaços de leitura, pomar e paisagismo completo. O empreendimento conta com 14 áreas verdes e soma mais de 38 mil árvores plantadas, além da preservação de 705 árvores existentes e mais de 70 mil metros quadrados de mata nativa.

O empreendimento conta com 2,8 milhões de m2 em área urbanizada. Para a construção foram investidos R$ 847 milhões e foram gerados mais de dois mil empregos diretos e seis mil indiretos, impulsionando o setor da construção civil na região.


Artigos Relacionados