Reinauguração de ala do Allan Kardec será feita pelo Cônsul do Líbano

Reforma do complexo geriátrico foi possível graças à doação do Clube Monte Líbano

Postado em: em Cotidiano

O cônsul geral do Líbano em São Paulo, Rudy El Azzi, vem à Franca, nesta sexta-feira, 13 de setembro, para o descerramento da placa celebrativa que marca a reforma da ala geriátrica do Hospital Psiquiátrico “Allan Kardec”.

As melhorias foram possíveis graças à doação de um terreno ao Hospital, feita pelo Clube Monte Líbano.

Batizada de “Riad Mikhail Aoude”, a ala homenageia o então presidente do clube na oportunidade da cessão do bem. “Meu pai, como presidente do então Clube Monte Líbano, convocou uma assembleia em que ficou decidida a doação de uma chácara de 5 mil m² que ficava localizada em Patrocínio Paulista ao Hospital ‘Allan Kardec’.  O hospital realizou a venda do bem e reformaram a ala geriátrica que, hoje, leva o nome Riad Mikhail Aoude”, conta Michel Riad Aoude.

De acordo com o presidente do “Alan Kardec”, Mário Arias Martinez, a reforma permitiu a restauração de todos os apartamentos da ala geriátrica e a construção de leitos, aumentando a capacidade de 20 para 28 atendimentos. “A ampliação auxilia a fundação em sua busca por autossuficiência financeira e permite o atendimento de mais pessoas que necessitam”, disse.

Empresas e comunidade

A fim de mostrar o potencial de mercado da cidade de Franca, o DNI-ACIF (Departamento de Negócios Internacionais da Associação do Comércio e Indústria de Franca) acompanhará Rudy El Azzi em visitas a empresas locais. Além de conhecer indústrias de calçado, cosmético e a Cocapec, o cônsul libanês conhecerá uma fazenda de café para que veja de perto o potencial da Alta Mogiana. “No portifólio de produtos importados do Brasil, o Líbano tem, em primeiro lugar, a carne bovina, seguida pelo café”, informa o coordenador do DNI-ACIF, Rafael Pugliesi. “Ao apresentar ao cônsul nossa estrutura, criamos uma ponte de oportunidades de negócios. Temos empresas de calçado locais que já exportam para o Líbano, o que faz da visita um fortalecimento das relações com a cidade de Franca.”

Rudy El Azzi ainda será recepcionado pela comunidade libanesa residente em Franca. “De acordo com o levantamento feito pelo Clube Monte Líbano, Franca possui 450 famílias de origem libanesa. Somos uma comunidade forte no Brasil. Para se ter uma ideia, temos, aqui, cerca de 12 milhões de libaneses, enquanto a população do próprio Líbano é de 4,5 milhões”, conta Michel Riad.


Artigos Relacionados