Raquel Branquinho, de Franca, é nomeada para o grupo da Lava-jato na PGR

A coordenadora geral da Lava-Jato na PGR será Lindora Maria Araújo. Equipe terá 8 membros, inclusive Raquel

Postado em: em Justiça

​O procurador-geral da República, Augusto Aras, anunciou na quinta-feira (23) que a subprocuradora Lindora Maria Araújo será a nova coordenadora do grupo de trabalho da Operação Lava-Jato na procuradoria. 

A confirmação foi feita após o chefe anterior da equipe, o procurador José Adonis Callou de Araújo Sá, ter pedido demissão por divergências com Aras.

Além de Lindora, farão parte da nova equipe os procuradores Wladmir Aras e Raquel Branquinho, que atuaram na operação durante os mandatos dos então procuradores Rodrigo Janot e Raquel Dodge. Ao todo, o grupo será composto por oito procuradores.

O grupo de trabalho da Lava-Jato na PGR tem como atribuição auxiliar o procurador-geral nos casos que envolvam pessoas com foro privilegiado no Supremo Tribunal Federal (STF), como parlamentares e ministros. 

Cabe aos membros do grupo realizar oitivas, participar da produção de provas, de audiências judiciais, requisitar documentos e informações, entre outras tarefas.


Artigos Relacionados