Quer melhorar o seu sinal Wi-Fi? Conheça as dicas dos maiores especialistas

Alguns pequenos “truques” podem fazer diferença para garantir a melhor performance e rapidez de internet

Postado em: em Tecnologia

É provável que tenha sentido recentemente a internet da sua casa um pouco mais lenta. As páginas demoram mais abrir, os vídeos “carregam” mais lentamente e parecem ter menor qualidade, etc.

Isto acontece, em parte, devido ao excesso de utilizadores que se encontram nestas últimas semanas em casa, consumindo dados.

O coronavírus obrigou grande parte da população a manter-se em casa e, por conseguinte, o consumo de internet tem crescido bastante, levando ao limite as capacidades do sistema. 

Apesar de pouco podermos fazer para mudar a situação da pandemia, a verdade é que existem certas coisas que podemos tentar modificar com vista a melhorar o sinal “lá de casa”.

Conheça aqui as 4 principais dicas que a Autoridade de Comunicações Americana (FCC) recomenda a todos os consumidores, de forma a procurar melhorar o sinal de todas as redes caseiras.

1. Confirme o seu plano de internet e teste a velocidade

Independente de quem seja o seu prestador de internet, é importante que esteja a atento às velocidades que lhe foram prometidas, quando da compra. Habitualmente, os planos mais comuns “garantem” uma velocidade mínima que roda os 100 Mbps (megabits por segundo).

Se a internet lhe parecer mais lenta que o esperado, é importante que verifique se estes valores estão ou não a ser atingidos. 

Para tal, é recomendado que faça o download de qualquer app que teste a velocidade da sua ligação ou que acesse os sites de teste criados para este fim. 

Caso confirme que a velocidade é inferior ao prometido, então está na hora de ligar para sua operadora.

Siga as instruções dadas pelo operador e tente, por exemplo, fazer um reset no seu roteador. Caso nada disto funcione, poderá ser necessário testar outro roteador.

Seja um roteador mais moderno e potente ou um equipamento de extensão de rede, é fundamental garantir que tem a estrutura certa para atingir as melhores velocidades.

2. Melhore a conetividade da sua casa

O serviço de internet da maioria das casas é assegurado por uma só rede Wi-Fi gerada por um roteador. Se muitos dispositivos estiverem conectados a esta mesma rede, então isso cria uma maior tensão, que atrasa a velocidade da mesma.

Os roteadores mais modernos dispõem, normalmente, de dois sinais diferentes:

um de 2.4 gigahertz (GHz) e outro de 5 GHz (que é mais rápido). Para obter as maiores velocidades deverá sempre conectar-se ao de 5 GHz. No entanto, este tipo de sinal, apesar de ser mais rápido, tem um alcance menor. 

Se tiver que se conectar a uma distância grande, o melhor será porventura conectar-se ao sinal de 2.4 GHz.

Regra geral: o melhor é sempre colocar o seu roteador na posição mais central da sua casa e, caso necessário, utilizar alguns dispositivos de extensão de rede para garantir que consegue acessar as boas velocidades em qualquer lugar da sua casa.

3. Defina um horário

Quanto mais dispositivos estiverem ligados à mesma rede, pior será a velocidade. 

Nenhum roteador, por mais moderno que possa ser, irá garantir altas velocidades se todos os membros da sua casa estiverem simultaneamente usando intensivamente a net. Fazendo streaming de filmes, jogando online, fazendo videoconferência, etc.

É importante que durante estes dias de quarentena defina algumas regras, procurando priorizar os usos e consumos de dados. 

Garanta que certas horas do dia estão mais “protegidas” para que possa trabalhar com a máxima produtividade.

4. Explore as suas diferentes opções

Se tiver acesso a um bom serviço de dados móveis através do seu celular, uma boa opção para conseguir “aliviar” a sua rede de Wi-Fi é desconectar o acesso ao Wi-Fi nos seus dispositivos móveis, e passar a usar apenas a sua rede móvel. 

Desde que tenha um plano generoso de 5 Gb ou mais, esta poderá ser uma solução que lhe irá oferecer melhores resultados e velocidades. 

Poderá até utilizar o seu smartphone para gerar um hotspot de rede Wi-Fi que permita conectar outro tipo de aparelhos, como o seu computador.


Artigos Relacionados