Quantos litros de água estão nas suas calças? Não caia para trás quando souber

Da plantação até a confecção, sua calça jeans favorita exigiu o gasto de mais de cinco mil litros de água

Postado em: em Meio Ambiente

Tão comum no armário de qualquer pessoa, a popular peça de roupa esconde uma verdade não muito agradável: produzir um único par de calças jeans gasta em média 5.196 mil litros de água.

Isso é o equivalente ao consumo diário suficiente para atender as necessidades de 47 pessoas, segundo os cálculos da Organização das Nações Unidas (ONU). 

Uma pesquisa brasileira sobre o tema, chamada de Pegada Hídrica Vicunha, baseou-se em três indicadores que, somados, conferem a Pegada Hídrica total, ou seja, o valor total da água que a produção de um jeans exige.

Este número é composto pela soma de três valores: as pegadas verde, azul e cinzenta.

A 'pegada verde' corresponde ao volume da água da chuva utilizada nos processos agrícolas da cadeia produtiva, ou seja, na plantação de algodão que será usado na confecção das calças. 

Já a 'pegada azul' representa o consumo das fontes de água doce, das superfícies subterrâneas e que não são devolvidos para as mesmas fontes de captação. 

A 'pegada cinzenta', por sua vez, é o volume de água necessário para a natureza diluir os componentes químicos usados durante a produção. De acordo com o estudo, 2.108 litros correspondem à 'pegada verde', 2.033 à 'pegada cinzenta' e 106 à 'pegada azul'.

Contabilizando 4.247 litros, as diferentes etapas do plantio de algodão são as principais responsáveis pelo maior consumo de água

Outros 127 litros são usados na tecelagem e 362 litros são gastos nas fases de tintura e confecção. Além disso, os investigadores calcularam uma média de 460 litros nas lavagens caseiras realizadas pelo consumidor final.

De acordo com Pedro Roberto Jacobi, professor do Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo (IEA USP), anteriormente quase não se falava da necessidade de consumir menos água nos processos produtivos da indústria da moda. 

As mudanças climáticas, entretanto, fizeram despertar a preocupação de rever processos industriais, além de repensar a relação da sociedade com o consumo

“Com isso, muitas empresas assumem a necessidade de usar a água de uma forma mais cuidadosa. Por trás disso também há a possibilidade de dizer que a companhia trabalha de maneira mais sustentável, agradando os consumidores”, diz o professor em declarações à revista Galileu. 

Acrescentando que um caminho para a diminuição do consumo de água seria uma produção mais racional do algodão, utilizando um território menor para a plantação desse tipo de fibra.

Uma das conclusões do estudo é que o consumidor também é responsável por praticar mudanças nos seus hábitos de modo a diminuir o desperdício de água.

São citados como medidas o fato de menos as calças e usar detergentes e amaciadores com ativos biodegradáveis que ajudam a diminuir a poluição dos rios provocada pela lavagem de vestuário.

“É importante que as pessoas entendam que a água é um recurso finito. É necessário usar a água com responsabilidade", conclui Jacobi


Artigos Relacionados