Primeiro voo entre Franca e Congonhas pode ser no dia 28 de outubro próximo

Notícias extraoficiais dão conta de que funcionários da TwoFlex estão na cidade preparando o início dos voos

Postado em: em Viagem

F​ranca e Barretos terão a partir de outubro voos operados por pequenas aeronaves com destino ao aeroporto de Congonhas, em São Paulo.

As operações serão comandadas pela Gol Linhas Aéreas em parceria com a empresa TwoFlex.

Elas já anunciaram parceria no Paraná, com voos para dez destinos do interior a partir de 22 de outubro.

As duas cidades fazem parte de uma lista de sete destinos no interior e litoral já anunciados por três companhias aéreas para receber voos, a partir de um programa que reduziu o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) do querosene de aviação de 25% para 12%.

Para receber aeronaves como as fabricadas por Boeing e Airbus, por exemplo, e pelo fato de os aeroportos estarem ao menos há mais de uma década sem voos regulares, será preciso que passem por adequações.

Os pequenos aviões, no entanto, podem operar sem que os locais passem por reformas, o que vai acelerar o programa aéreo, de acordo com o Daesp (Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo), que fez o anúncio.

Por meio do programa, os locais poderão ser usados por companhias que disponibilizem aviões que comportem até 19 passageiros. 

Questionada, a Gol disse que, "no momento, não há mais informações sobre uma operação em conjunto em Barretos e Franca".

O Daesp não informou o modelo de avião que será usado, mas se seguir os moldes do programa paranaense os voos da TwoFlex serão feitos com aeronaves Cessna Grand Caravan, com capacidade para transportar até nove passageiros. 

No site da TwoFlex Barretos e Franca constam como destinos de rotas regulares da empresa.

O avião, segundo a empresa, tem autonomia para 6h30 de voo, atinge 300 km/h de velocidade e pode transportar até 1.200 quilos de carga.

Além das duas cidades, Araçatuba, São Carlos, Votuporanga, Araraquara e Santos/Guarujá receberão voos das companhias Gol, Azul e Passaredo após as obras necessárias.

Por meio de sua assessoria de comunicação, o diretor-superintendente do Daesp, Antonio Claret de Oliveira, disse que os voos aumentarão a conectividade entre as cidades e potencializarão o turismo no interior.

PÚBLICO

Franca é um dos principais polos calçadistas do país -especializada em sapatos masculinos-, enquanto Barretos (a 423 km de São Paulo) tem vocação para a saúde, com o Hospital de Amor (antigo Hospital de Câncer), e o turismo de entretenimento, com a Festa do Peão de Boiadeiro e outros eventos sediados no Parque do Peão.

O aeroporto de Franca não recebe voos regulares desde 2008, quando a Passaredo ofertava a rota até São Paulo, enquanto Barretos teve pela última vez voos comerciais em 2005, quando o aeroporto de São José do Rio Preto passou por reformas por cerca de três meses e os voos foram transferidos.

ADEQUAÇÕES

Segundo o Daesp, em Barretos o edital para contratar serviços de reparo do sistema de pista e pátio das aeronaves foi publicado nesta quarta-feira (25), com previsão de investimento de R$ 3,3 milhões. Os envelopes com as propostas serão abertos dia 11 de outubro.

Outras obras serão necessárias, como a reforma do terminal de passageiros. Os editais devem ser publicados nos próximos dias.

Já em Franca, ainda conforme o estado, estão em andamento também as obras necessárias de revitalização e reforma. 

Entre as possíveis vantagens do serviço com pequenos aviões estão passagens aéreas mais baratas e custos operacional e de regulação menores.

Conforme o acordo firmado quando da redução do ICMS, as empresas aéreas se comprometeram a criar 70 novos voos e 490 partidas semanais, que vão contemplar aeroportos de 38 cidades e 21 estados.

No início do mês, 503 novos voos estavam definidos. O estado avalia que a redução da alíquota do ICMS será compensada pela receita obtida com os novos voos.

A Gol informou, por meio de sua assessoria, que "avalia constantemente novas oportunidades para seu negócio e que possam oferecer ainda mais opções de voos aos seus clientes".

Segundo a aérea, já há parceria com a Two Flex, "mas, no momento, não há mais informações sobre uma operação em conjunto em Barretos e Franca".


Artigos Relacionados