Presidente da Fundação CASA virá conhecer unidade em Franca

Nos primeiros dias de gestão, Fernando José conversou com servidores e idolescentes

Postado em: em Justiça

Com a finalidade de conhecer in loco o trabalho de execução de medida socioeducativa na Fundação CASA, o novo secretário da Justiça e Cidadania e atual presidente da instituição, Fernando José da Costa, visitou nesta quinta-feira (8) o CASA Rio Tocantins e o Centro de Atendimento Especial (CAE) Gaivota, localizados no Brás, na capital. A ideia do novo presidente da Fundação é conhecer todos 134 os centros socioeducativos no estado de São Paulo.

Na primeira ida à Fundação CASA, o presidente visitou as dependências dos dois centros socioeducativos no Brás, conversou com os servidores e interagiu com os adolescentes em medida socioeducativa.

“Estou aqui não só na figura de secretário da Justiça e Cidadania, mas como presidente da Fundação CASA, em um dos dois complexos do Brás, para conhecer de perto o trabalho realizado pelos servidores da Instituição”, disse Fernando José.

“É muito importante conhecermos esse importante trabalho da Fundação CASA. É interessante também saber que é aqui que faz a primeira triagem, além de fazer o isolamento de 14 dias, em respeito à COVID-19 e, posteriormente, que eles são liberados ou são realocados para os outros centros”, enfatizou o presidente da Fundação CASA.

Trabalho

A visita foi acompanhada pela Magali Rainato, diretora da Divisão Regional Metropolitana Sudeste (DRMSE), Dirceu Biapino de Jesus, diretor do CAE Gaivota, Rodrigo Elias Ferreira, diretor do CASA Rio Tocantins, Ivanete Gonçalves, diretora de Gestão e Articulação Regional, Maurício da Silva Correia, chefe de Gabinete, Nivea Philippi Bacconi, assessora da Presidência, Ana Lucia da Costa Negreiros, corregedora da Corregedoria Geral, e  Maria de Fátima Marcato Brandão, assessora Especial de Política Socioeducativa.

Segundo Dirceu Biapino, diretor do CAE Gaivota, é importante a visita do presidente da Fundação CASA para ele ver o trabalho dos servidores no dia a dia. “A nossa missão é executar a medida socioeducativa na Fundação CASA com a máxima de qualidade possível. Aqui no CAE apresentamos o adolescente ao Judiciário e também cuidamos dele com relação à quarentena da COVID-19, onde esse cuidado é de suma importância para evitar o contágio dentro da instituição”, comentou.

Para Magali Rainato, diretora da Divisão Regional Metropolitana Sudeste (DRMS), a Fundação CASA faz um trabalho de excelência no estado de São Paulo, que serve de referência para todo Brasil.

“Tenho sob minha responsabilidade 22 centros socioeducativos e uma unidade de saúde. Mesmo em tempo de pandemia, conseguimos manter a nossa missão porque os servidores também colaboraram muito e se reinventaram para dar continuidade na execução da medida socioeducativa. Temos que agradecer a dedicação e compromisso de todos”, destacou.


Artigos Relacionados