​Operação do GAECO na FEAC apreende materiais e visa ex-presidente

Objetivo é averiguar denúncias de desvios de verbas e atuação de seu ex-presidente Marlon Centeno

Postado em: em Política

GAECO na sede da FEAC (Foto: Hertz Notícias)

Com apoio da Polícia Militar, promotores de Justiça que compõem o GAECO Franca - Grupo de Atuação Especial ao Crime Organizado - deflagraram na manhã desta quinta-feira (24/09) a Operação Longa Manus no prédio da FEAC - Fundação Esportes, Arte e Cultura de Franca.

O objetivo é averiguar denúncias de desvios de verbas e atuação de seu ex-presidente, o empresário Marlon Centeno.

Além de apreender materiais na Feac, o Gaeco esteva na casa e empresa do empresário Marlon Centeno.

O empresário foi procurado pela reportagem do Jornal da Franca mas não respondeu às chamadas.

A reportagem continua apurando quais as principais denúncias contra o ex-presidente da FEAC, que deixou o cargo para ser candidato a vereador.



Artigos Relacionados