O Facebook quer a sua voz e está disposto a pagar por ela; entenda como funciona

Para melhorar o seu sistema de reconhecimento de fala, rede vai pagar para que usuários gravem áudios

Postado em: em Tecnologia

O ​Facebook anunciou, nesta quinta-feira, 20, que pagará por áudios de seus usuários. O intuito da plataforma é utilizar as gravações para melhorar sua tecnologia de reconhecimento de fala.

Isso não é bem uma novidade: o Facebook , assim como a Amazon , a Apple , o Google e a Microsoft , já estava escutando e transcrevendo áudios que circulam em sua plataforma, o problema é que os donos das gravações não estavam cientes desse processo - e isso é crime.

Para formalizar o procedimento, o Facebook lança agora o programa Pronunciations em seu aplicativo Viewpoints, que promove pesquisas de mercado.

Por lá, a plataforma solicitará que você grave a frase “ Hey Portal ” seguida do primeiro nome de alguém da sua lista de amigos.

Os conjuntos de gravações devem conter o nome de até 10 amigos que serão, necessariamente, gravados duas vezes cada.

Os áudios com os 10 nomes valerão 200 pontos no Viewpoints, que permitirá um saque de US$ 5 (aproximadamente R$ 22 na conversão direta das moedas) via PayPal quando o usuário atingir 1.000 pontos.

A plataforma assegurou que as gravações fornecidas não serão ligadas ao perfil dos autores no Facebook .

Além disso, a atividade dos usuários no Viewpoints não será compartilhada no Facebook ou em outras plataformas sem prévia permissão.

Por enquanto, o programa só está disponível para usuários norte-americanos com mais de 18 anos e, pelo menos, 75 amigos no Facebook .

*IG


Artigos Relacionados