​Morre Sebastião Andrade, que foi 2 vezes prefeito de Delfinópolis e 1 vez vice

Por conta do falecimento do político, a prefeita Suely decretou luto oficial de três dias no Município.

Postado em: em Falecimentos

A prefeita Suely Lemos (Delfinópolis) emitiu nota nas redes sociais externando os sentimentos ao falecimento do ex-prefeito  Sebastião de Andrade. 

Ele governou Delfinópolis por dois mandatos e um mandato de vice–prefeito. Por conta do falecimento do político, a prefeita Suely decretou luto oficial de três dias no Município.

Com a morte de  Sebastião de Andrade,  aos 83  anos, perde-se uma figura ilustre e expressiva na história política de Delfinópolis e Minas Gerais.

O ex-prefeito nasceu em Delfinópolis -MG. Ganhou notoriedade como pacificador político que promoveu na sociedade local, fato esse que resultou como candidato único no 2° mandato. 

Foi responsável pela construção das escolas rurais municipais nas Regiões de Campo de Cima, Babilônia, Itajui, Praia Vermelha, Mata, Escola Municipal de Olhos D'água, Escola Municipal de segundo grau em Delfinópolis (Escola Odéssia de Melo Lemos), reformas das escolas Cônego Marinho e Estadual Delfinópolis.

Foi ele quem fez a doação do terreno para a construção do Aquarius Clube , doação do terreno para construção da sede do sindicato,  implantou o transporte rural para os estudantes e tantos outros feitos para o município.

Destacam-se ainda a construção de 119 casas populares em Delfinópolis no 1° mandato, doação de terrenos públicos a pessoas carentes para construção da casa própria no 2°onstrução de 13 casas populares. 

Implantação do serviço da CEMIG, aquisição de uma balsa nova, construção de pontes pinguelas. Melhorou o sistema de saúde, implantou a assistência social, 

Casado com a Ilda Andrade, deixa 6  filhos: Maria Fátima de Andrade Rosa, Hilton Andrade, Silvânia Andrade, Júlio Andrade, Maria Aparecida Andrade e Evaristo Andrade. Deixou ainda 9 netos, 2 bisnetos e muitos amigos e admiradores . 

Deixa importante e precioso legado: que a família é o bem mais precioso que se pode ter na terra. 

Sereno, pacífico, gentil, simpático, tinha a fala mansa e transmitia uma paz imensa no seu olhar. Homem simples, humilde, popular e de muitos amigos, nunca se apegou a bens materiais. Sempre valorizou a família e os amigos.


Artigos Relacionados