Covid: governo diz que há mortes demais, médicos falam em subnotificação

Governo diz que outras ações estão em curso para melhorar a notificação dos casos e confirmação diagnóstica

Postado em: em Saúde

Ministério da Saúde quer recontar as mortes por covid-19 no país, sob o argumento de que haveria óbitos a mais, ocorridos por outras doenças, mas erroneamente registrados como coronavírus.

Na avaliação da cúpula da pasta, estados e municípios estariam manipulando informações para se beneficiarem de recursos do governo federal.

Até o momento, nenhum apontamento sobre esses supostos erros foi feito pelo ministério, que ainda não se posicionou oficialmente sobre o assunto. 

Pelo contrário, há um entendimento de que o problema é inverso: milhares de mortos estariam sendo enterrados sem ter a causa da morte devidamente apurada, ou seja, o número total seria maior.

O próprio Ministério da Saúde informava, até a última quinta-feira, 04, que havia mais de 4.000 mortes sendo investigadas, além daquelas já confirmadas. Esses dados já não constavam no balanço desta sexta-feira, 05.

Depois de o Ministério da Saúde atrasar o horário de divulgação de dados do coronavírus e deixar de divulgar o número total de mortos e contaminados, o site do governo que traz os dados sobre a doença no país continua fora do ar.


Artigos Relacionados