Merenda escolar: Prefeitura de Franca serve 75 mil refeições por dia na rede

Alimentação atende 65 creches e 110 escolas, além de instituições como APAE, Ceprol e Pastoral do Menor

Postado em: em Educação

É tempo de volta as aulas e com a presença das crianças nas salas de aulas, em mais de uma centena de unidades distribuídas pela cidade, entre elas escolas municipais e as creches, a Divisão de Alimentação Escolar, unidade da secretaria da Educação, está concluindo a distribuição do primeiro lote de alimentos que compõem a merenda para suprir as necessidades iniciais. Essa é uma área que conta com uma logística própria, a partir dos processos licitatórios, desde as compras, armazenamento e distribuição que é feita de forma sistemática ao longo do ano.

A diretora do setor, Taciane Teles Tamaki, reforça que uma das preocupações é garantir uma alimentação de qualidade e saborosa durante a vigência do contrato. Nesse sentido a nutricionista responsável, Helyda Rodrigues, realiza vistorias sem prévio aviso nas cargas e confere item a item as condições dos produtos que são levados as escolas e creches.  A Merenda Escolar em Franca garante 75 mil refeições por dia, abrangendo 65 creches e 110 escolas (entre elas Emeis, Emebs e do Estado), além de instituições com serviços filantrópicos, entre elas APAE, Ceprol, Unifran e Núcleos Pastoral do Menor.

O compromisso é fornecer aquilo que foi mostrado durante os pregões que resultaram na contratação da empresa, diz. A frente dessa Divisão desde agosto do ano passado, Taciane Teles observa que vem sendo analisado todos os detalhes para garantir produtos e atendimento de excelência. Há preocupação no acompanhamento dos produtos  e no relacionamentos das equipes, diretora, nutricionista, as serventes merendeira, encarregados de distribuição e os fornecedores e também os membros do Conselho de Alimentação Escolar (CAE).

Isso vem sendo buscado a cada momento, com ações pontuais buscando motivar os agentes envolvidos. Para as merendeiras houve em dezembro, uma capacitação com as 265 profissionais e isso deve de maneira mais frequente, se possível 3 vezes ao ano, com mais oportunidades para que elas opinem e participem.  No ano passado eram atendidas 61 Creches e 115 escolas. Somente nas Creches, o número de alunos beneficiado com uma refeição diária ultrapassa 8 mil este ano.

Providências em andamento

Taciane aponta que foi melhorada a estrutura de trabalho, com equipamentos e os caminhões adequados, inclusive de segurança, estreitamento das relações entre as equipes da Alimentação Escolar e as Merendeiras, com o Conselho, controle de qualidade mediante vistorias periódicas nas cargas e outras medidas administrativas. A alteração das carnes utilizadas, com o sistema especial que envolve a maneira de congelamento mais rápida, que garante melhor qualidade do produto, evitando que seja acumulado cristais de gelo, evitando a alteração das características do produto, como sabor, cor e odor.           

Também está em andamento, ações para tornar mais prático o preparo dos alimentos, de modo a preservar a saúde das serventes merendeiras, com a mudança do leite fluído para leite em pó nas creches, pois pelo fato de sofrer desidratação mantém as propriedades de proteína, gordura, vitaminas e minerais. Outra providência foi a troca do achocolatado para o chocolate, pensando na diminuição e consumo de açúcar pelas crianças, retirada total da salsicha nas creches e diminuição da mesma nas unidades escolares.

Para este ano foi licitado lanche com novos componentes, entre eles pão francês com presunto e mussarela, para dias nos quais ocorra eventuais problemas na escola e não dê para servir a merenda. Também consta da pauta de trabalho, para uniformizações das atividades, reuniões periódicas com os fornecedores de hortifrutigranjeiros para alinhar e garantir produtos de qualidade. No curso do ano serão preparados cardápios de acordo com as estações para garantir sabor e nutrição e manter o desejo das crianças e comer da merenda fornecida pela Prefeitura.


Artigos Relacionados