MAIS SOBRE A MÚSICA

Postado em:

“ONDE ESTÃO OS TAMBORINS”


História curta e grossa de um samba. Carnaval taí, pertinho, daí, a gente tem vontade de se ligar no assunto e acaba achando algo bem interessante porá quem é amante das curiosidades da MPB.

Era véspera do carnaval de 1946 e a tradicional escola de samba Mangueira estava quieta, silenciosa. Às escuras, sem qualquer sinal de animação. Tal cena comoveu o compositor Pedro Caetano (1911-1992), que sacou de lápis e papel e se pôs a escrever um samba cuja letra reclamava do marasmo que a escola atravessava na ocasião, vivendo somente de glórias passadas.

Reclamava também da ausência dos sambas de Cartola, na época, sumido do morro.

Lançado um ano depois pelos “Quatro Ases e Um Coringa”, “Onde Estão Os Tamborins” seria ao grande samba do carnaval de 1947.

“Mangueira, onde é que estão os tamborins, ó nega ?/ Viver somente do cartaz não chega/ Põe as pastoras na avenida, Mangueira querida...”

Nos  idos dos 70, a cantora Célia trouxe novamente à baila o lindo samba de Pedro Caetano.

Sobre o autor, posso te dizer que assinou mais de 400 composições, entre marchas, sambas, valsas e choros, principalmente na chamada “Era do Rádio”. Apesar de ser comerciante de sapatos por profissão e não ter se dedicado única e exclusivamente à música, teve como parceiros Claudionor Cruz, Pixinguinha, Walfrido Silva, Alcyr Pires Vermelho e Noel Rosa.

Seu primeiro samba de projeção foi composto aos 22 anos com o título de “Foi Uma Pedra Que Rolou”. Lançado em 1934 por Sílvio Caldas no Programa Casé, um dos tesouros do rádio na época foi gravado alguns anos depois pela dupla Joel e Gaúcho.

Outro samba de sua autoria ficou muito conhecido através da voz de Elis Regina : “É Com Esse Que Eu Vou”.

E os tamborins..? Onde estão ?

Pra você apreciar, no link, a cantora Célia e um pequeno trecho de “Onde Estão Os Tamborins”. 

 “TUNICO, O MAGNO”

Ele tem estrada. Tem história. Tem tarimba e maturidade profissional. Músico dos mais competentes, passeia com naturalidade pelas diversas praias sonoras, pricipalmente pela Música Popular Brasileira de qualidade. Escutar o violão e a voz de Tunico Magno traduzindo os sentimentos de Paulinho da Viola, Cartola e outros mestres do nosso cancioneiro é muito prazeroso.

Sozinho ou bem acompanhado, não deixa nada pra ninguém. Sabe tudo, o menino.

Da última vez que o vi nadando de braçada nas águas da boa música, estava acompanhado do percussionista Gabriel Capel. Som na medida !

Por uma série de razões e qualidades, principalmente as musicais, Tunico Magno é daqueles que a gente recomenda e assina embaixo.

Ele é grande e importante no cenário. É Magno. É meu amigo TUNICO !

“CANDEEIRO PIZZA BAR”

Continua nossa temporada com o show “RELEITURAS”, no Candeeiro, toda 5ª, a partir das 8 da noite. Entre os nossos “revisitados” estão Wilson Simonal, Johnny Rivers, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Bee Gees, Paulinho da Viola, Lulu Santos, Wando, Jota Quest, Blood, Sweat & Tears, Milton Nascimento,Benito di Paula, Norah Jones, Tom Jobim, Vinícius, Toquinho, Secos & Molhados, Rita Lee...E por aí afora. Apereça por lá. Não abrimos mão de sua presença !

O “Candeeiro Pizza Bar” fica na Av. Dr. Antonio Barbosa Filho, nº 809 – Jardim Francano.

Franca – SP.

BENY CHAGAS MUSIC SHOW

Mais Brasil FM – 101,3 Mhz – Franca, SP : sábado e domingo às 10h.

radionovaip.com.br – Ribeirão Preto - SP : diversos horários aleatórios

ponto1000-Brasil.com – Ribeirão Preto - SP : Sábado 10h e 22h e Domingo 12 e 22h.

portalmusicalfranca.com.br – Franca – SP : Domingo a Sexta 18h e Sábado 19h.

Rádio Viva Manaus – Web Rádio Studio Y – Manaus – AM – Domingo 18h (20h Brasília).    

Envie suas sugestões para inclusão nos roteiros de programação: (16) 3017-2030, whats app

(16) 9 8192-6052 e-mails:benychagas@gmail.com/  benychagas@benychagas.com.br


*Esta coluna é semanal e atualizada às segundas-feiras.