Mais de 60% dos recém-nascidos internados em UTI de Ribeirão são prematuros

Dados são da UTI Neonatal do Sinhá, que de janeiro de 2017 a outubro de 2018 atendeu 463 prematuros

Postado em: em Cidades

Todos os anos, cerca de 15 milhões de crianças ao redor do mundo nascem prematuras. No Brasil, são 340 mil bebês prematuros todo os anos, o equivalente a 931 por dia. Em Ribeirão Preto, no Sinhá Hospital Materno Infantil, por exemplo, de janeiro a setembro de 2018, pouco mais de 60% dos recém-nascidos internados na UTI Neonatal eram prematuros.

“De janeiro de 2017 a outubro de 2018 foram admitidos 463 prematuros na nossa UTI Neonatal. Claro que o número de prematuros nascidos no período deve ser um pouco maior, já que esse número representa apenas os internados na UTI por alguma razão médica”, explica o médico neonatologista Luis Angelo Marti Traver, membro da equipe da UTI Neonatal do Hospital.

A prematuridade é caracterizada quando a criança nasce antes da 37ª semana de gestação e pode ocorrer por diversas causas, sendo algumas das mais comuns doenças maternas (principalmente hipertensão arterial e infecções), gestação múltipla, mães adolescentes, malformações fetais, dentre outras.

Apesar da alta taxa de nascimento de bebês prematuros, o trabalho desenvolvido em UTIs Neonatais tem obtido resultados cada vez melhores principalmente devido à atuação de equipes multiprofissionais com especialistas cada vez mais capacitados e que contam com o apoio de modernos equipamentos como incubadoras, ventiladores e monitores, além das medicações específicas. “O índice de sucesso depende da idade de gestação ao nascer, ou seja, quanto mais prematuro o recém-nascido maiores as incidências de complicações e desfechos desfavoráveis. Porém, atualmente a Neonatologia tem evoluído muito e o índice de sobrevivência, sobretudo sem sequelas, tem sido cada vez maior”, afirma Traver.

O médico comenta ainda que além da UTI, os bebês prematuros precisam do leite materno e do contato direto com a mãe. “Sempre explicamos para as mães que a jornada de internação é longa e que a participação delas é fundamental para o bem-estar do bebê.”

Conscientização

Para conscientizar, sensibilizar e mobilizar a sociedade sobre o Dia Mundial da Prematuridade, celebrado oficialmente no dia 17 de novembro, o Sinhá Hospital Materno Infantil realizará no dia 23, sexta-feira, às 8 horas, um café-da-manhã especial com as famílias de bebês recém-nascidos prematuros atendidos no Hospital.

“Queremos celebrar a luta desses recém-nascidos e de suas famílias por meio da troca de experiências sobre esta que é uma das grandes causas da mortalidade infantil”, explica a médica neonatologista Rita Márcia Pinelli, coordenadora da UTI Neonatal do Hospital.


Artigos Relacionados