Imposto de Renda: veja 5 gastos que podem ser deduzidos na declaração

Pagamento a hospitais, escolas e pensão alimentícia, por exemplo, podem reduzir valor a ser pago

Postado em: em Economia

O prazo para declarar o Imposto de Renda 2020 está previsto para começar na primeira semana de março — a Receita Federal (RF) vai divulgar o programa oficial apenas no final de fevereiro. Até lá, é importante reunir os documentos para prestar contas com o Leão.



Veja, a seguir, cinco pontos que podem ser deduzidos do Imposto de Renda 2020:

  1. Saúde: gastos com consultas, exames, internações e planos de saúde; pagamentos a hospitais, consultórios e laboratórios; dentistas, psicólogos, fisioterapeutas e fonoaudiólogos. Os limites são poucos.
  2. Educação: nem todas as despesas podem ser dedutíveis, como compra de material escolar e cursinhos. Mas gastos com creche, escola, faculdade, mestrado, doutorado e ensino técnico podem.
  3. Aposentadoria privada: com exceção da Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL), a contribuição à Previdência privada pode ser deduzida no Imposto de Renda.
  4. Dependentes: são aqueles que dependem financeiramente de quem vai declarar o Imposto de Renda. Entram filhos, netos, irmãos, pais e avós, quando são qualificados como encargo da família.
  5. Alimentados: beneficiário de pagamento de pensão alimentícia. Normalmente, será ex-esposa, ex-marido e filhos.

Vale destacar que, em 2020, o benefício pago por patrões de empregados domésticos não poderá ser descontado do Imposto de Renda. O governo federal não prorrogou a dedução prevista na Lei nº 11.324.

O Ministério da Economia estima arrecadar R$ 700 milhões com a mudança. Até 2019, era possível abater os gastos inferiores a R$ 1,2 mil.

*Metrópoles


Artigos Relacionados