Homem cria canal e ensina tarefas simples a quem não tem pai presente

Com uma infância difícil, Rob viralizou na internet ensinando como fazer a barba, pequenos consertos e mais

Postado em: em Cotidiano

Após uma infância difícil, o norte-americano Rob Kenney sempre soube que queria ter filhos e criá-los “do jeito certo” – mas, até a chegada da quarentena, ele não sabia que poderia ter tantos filhos. 

Além dos dois adultos que criou com a esposa, agora Rob também é “pai” de milhões de internautas que acompanham o canal em que ele ensina tarefas simples a pessoas que não têm quem as ensine.

Com vídeos simples, homem "adota" milhões de internautas​

Com mais de 2 milhões de inscritos, o canal “Dad, How Do I?” (algo como “Pai, como eu faço isso?” em tradução livre) viralizou na internet durante a quarentena e seu criador, Rob Kenney, não poderia ter ficado mais surpreso.

Com filmagens simples, ele ensina os seguidores a realizarem tarefas básicas do dia a dia como desentupir ralos e usar uma furadeira, mas, no fundo, o canal tem um significado muito mais profundo do que isso.

Ao veículo norte-americano “Today”, Rob contou que, na infância, ele não teve o melhor exemplo de criação. 

Como sua mãe era alcoólatra, Rob e os sete irmãos ficaram sob a custódia do pai, mas, após algum tempo, ele decidiu que “não queria ter mais filhos”. 

Com isso, eles acabaram sendo criados por um dos irmãos mais velhos, que tinha acabado de se casar e tinha pouquíssimo espaço em casa.

Desde então, Rob tem o objetivo de criar filhos de uma forma saudável – e hoje, após educar, proteger e amar dois filhos (atualmente adultos), ele também está ajudando milhares de pessoas com histórias similares às dele na internet.

Em entrevista ao site “Shattered”, ele explicou que, após criar os filhos, percebeu que ainda tinha muito conhecimento útil, e idealizou uma série de vídeos cheia de ensinamentos simples.

Com a chegada da quarentena, ele teve então tempo para criar o “Dad, How Do I?” e, conforme viralizou na web, viu que aquilo significava muito mais. 

“Eu achei que eu estaria apenas mostrando às pessoas como fazer as coisas, mas está meio que reverberando em um nível completamente diferente”, afirmou, se referindo ao fato de que, em seus vídeos, muitas pessoas sem um exemplo positivo de pai o agradecem.

Em um vídeo intitulado “I am proud of you!” (“estou orgulhoso de vocês!”), por exemplo, Rob se dirigiu às “crianças” (forma carinhosa como chama os internautas inscritos no canal) para dar conselhos sobre perseverança e lembrá-las de que elas são motivo de orgulho – e, nos comentários, muita gente se emocionou, compartilhando histórias de vida difíceis ao agradecer a ele.

“Ei, pai, ninguém nunca me disse que tem orgulho de mim. Obrigada pai. Vamos te proteger a qualquer custo”, escreveu um internauta. 

“Eu cresci com um pai realmente tóxico e isso está me fazendo chorar muito”, disse outra. “Em cinco minutos, ele fez com que eu me sentisse mais amada do que meu ‘pai’ fez em doze anos”, contou outra. “Meu pai nunca me disse isso”, compartilhou mais uma.

Em meio a piadas “de pai”, Rob segue ensinando seguidores a fazer a barba, mexer em determinadas ferramentas, consertar certos defeitos em carros e mais tarefas comuns – e, todos os dias, recebe uma chuva de agradecimentos dos internautas que o adotaram como um pai. 

Senhor, você acidentalmente adotou a internet inteira”, diz um comentário no vídeo em que ele agradece a repercussão dos vídeos.

*Informações Vix


Artigos Relacionados