Hmm... Carro novo!

Postado em:

Pelo menos 90% das pessoas do meu convívio dividem uma paixão que nunca me arrebatou> dirigir! Sim, um problema e uma fobia em minha vida. Pois é, já completo mais de dez anos de carta sem dirigir, morro de medo mesmo! Problema que também que faz parte da vida de muitas pessoas ao redor do mundo. Digamos que seria bem mais fácil se locomoção pública fosse melhor e mais barata, mas quem sabe um dia esse sonho se realiza. Mas desses 90%, todos narram a sensação de liberdade de estar no volante, a felicidade em se poder comprar o seu primeiro carro, ainda mais se ele for 0km. E desses 90%, ao menos 80% dizem AMAR o cheiro de carro novo! Cheiro esse que já tentaram produzir sinteticamente, mas acredite, não chega nem aos pés do original. Afinal, ele é composto pela mescla de várias peças e materiais novinhos quando combinados.

Pois na China, esse problema é inverso! Esse odor é bem mal visto por lá, a maioria dos consumidores simplesmente não suporta. A rejeição é tamanha que a Ford anda fazendo estudos para eliminá-lo de seus produtos no país.

Um relatório feito pela empresa J.D. Power China, aponta que o esse cheiro forte e o elevado consumo de combustível são as duas maiores críticas de compradores de veículos por lá. Ao menos 17% reclama do cheiro de carro novo, e o levantamento foi feito num período curtíssimo de 90 dias. A intenção da empresa Ford, é que assim que o veículo sair da fábrica, direcione-se ao pátio de estocagem e estacione sob o sol, com os vidros abertos. Desse modo, o cheiro sairia naturalmente, como acontece gradativamente após a compra. Além disso, designers e engenheiros já vem aplicando novos materiais no interior dos carros, justamente para amenizar o cheiro. Porém essa última medida, ainda não foi o suficiente para agradar os exigentes compradores.

Mas por que isso tem tanta importância na China? O país é o maior mercado consumidor de automóveis do mundo. Só no ano passado, quase 30 milhões de veículos foram vendidos por lá. Agradar seus consumidores portanto, é fundamental para qualquer empresa que deseja se manter viva no setor! Quem sabe isso não ajude a aumentar a venda dos aromatizadores para carros por lá!


*Esta coluna é semanal e atualizada às quintas-feiras.