Guia do Estudante testa o aplicativo do Enem 2019 e avalia a funcionalidade

O aplicativo do Enem é basicamente um serviço para consulta de informações sobre a prova

Postado em: em Educação

Desde que foi lançado em 2016, o aplicativo do Enem feito pelo Inep já foi baixado por mais 2,5 milhões de pessoas.

É bastante gente, mas não tanto assim se considerarmos que só esta edição teve mais de 6 milhões de inscritos. 

É um aplicativo para se organizar? Para estudar? Serve só para o fim de semana da prova? O Guia do Estudante baixou e avaliou o app para ver se vale a pena.

Para que serve?

Embora o Inep anuncie que o app do Enem também é uma ferramenta para estudar, por conta da plataforma do MEC Hora do Enem, você não consegue acessá-la por meio do próprio aplicativo. 

Há apenas algumas informações sobre os simulados, planos de estudos e videoaulas que o Hora do Enem oferece, mas que precisam ser acessadas pela navegação comum. 

Ou seja, o aplicativo do Enem é basicamente um serviço para consulta de informações sobre a prova (como calendário, horários de início e término e notícias do exame).

Serve também para a consulta das informações pessoais de cada candidato, que pode logar com seu CPF e senha para verificar o cartão de confirmação. 

Ele é útil apenas antes da prova?

Não. Depois que as provas passarem você ainda poderá acessar pelo aplicativo o gabarito e seus resultados, assim que eles forem divulgados. 

Além disso, os dados de todas as edições do Enem que você já fez também ficam armazenados por lá, o que permite que você compare seus resultados com mais facilidade. 

Veredicto

Embora a interface do aplicativo Enem não seja das mais modernas e bonitinhas, o aplicativo é bem funcional para quem gosta de ter todas as informações à mão e com facilidade. 

Além disso, talvez você evite a navegação travada do site quando os resultados finalmente forem liberados. Ou seja, vale a pena baixar para ter acesso às informações básicas, mas nada muito além.


Artigos Relacionados