Governo se prepara para apresentar projeto dos comissionados da prefeitura

Entre os vereadores prioridade é para contratação de diretores de escolas e o restante pode ser rejeitado

Postado em: em Política

​O governo chefiado pelo prefeito Gilson de Souza prepara o novo modelo de projeto de lei para contratar mais de 200 servidores comissionados para ocupar os chamados cargos de confiança.

Gilson teve que exonerar recentemente 225 ocupantes de cargos de confiança por ordem do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo que considerou as funções como inconstitucionais. 

A recomendação da Justiça foi Clara no sentido de que a prefeitura teria de realizar concurso público para preencher os cargos de chefia, gerência, direção e coordenação que vinham sendo ocupados por indicação e não por funcionário de carreira.

Mas o prefeito Gilson de Souza não estaria propenso a abrir mão de todas estas funções que possuem em seus ocupantes verdadeiros cabos eleitorais e Defensores do governo nas ruas e também nas redes sociais.

Ocorre que a aprovação deste projeto de lei não depende somente da vontade do prefeito E terá que ser aprovada pela Câmara dos Vereadores mas muitos destes estão propensos a não aprovar a iniciativa, inclusive alguns da base governista.

Vereadores ouvidos pela reportagem disseram que a prioridade seria a regulamentação dos cargos de diretoras das escolas de educação infantil mas que os demais cargos não seriam tão relevantes para a administração uma vez que a prefeitura está funcionando normalmente sem eles desde a exoneração.



Artigos Relacionados