​Franca distribui R$ 500 mil no Bolsa Cultura. Veja os projetos contemplados

Veja no texto os beneficiados após seleção dos projetos pela Comissão de Análise Seleção e Classificação

Postado em: em Cultura

Talento musical, Claryssa de Pádua Morais foi contemplada pelo Bolsa Cultura

O projeto Bolsa Cultura, que é a forma que o poder público tem de valorizar os artistas regionais, irá distribuir este ano perto de R$ 500 mil.

As propostas passaram por chamamento público para seleção de projetos culturais e artísticos – Auxílio Financeiro Pessoa Física “Bolsa Cultura”. 

Após análise dos projetos pela Comissão de Análise Seleção e Classificação os beneficiados são os seguintes:

Manifestação popular: R$30.000,00 - Zulmiro Batista da Silva 

Manifestação popular: R$15.000,00 - José Reinaldo Cardoso Junior 

Música: R$30.000,00 - Claryssa de Pádua Morais 

Música: R$20.000,00 - Antônio Marcos Coelho 

Musica: R$15.000,00 - André Gustavo de Melo Bolela

Artes Cênicas: R$30.000,00 - Carlos Eduardo da Silva, 

Artes Cênicas: R$ 20.000,00 - Thayse Lucas Guedes de Souza, 

Artes Visuais: R$30.000,00 - Eduardo Carvalho dos Reis, 

Artes Visuais: R$20.000,00  - Wesley Mendes de Paula

Dança: R$ 30.000,00 - Carla de Almeida Braga Pacheco

Dança: R$ 20.000,00 - Talita Bertanha de Freitas Florido, 

Dança: R$15.000,00 - Marcos Antônio Teófilo Tonini, 

Literatura: R$30.000,00 - Perpétua Conceição da Cunha Amorim, 

Literatura: R$20.000,00 - Maria Luiza Lana Mattos Salomão 

Literatura: R$15.000,00 - Cirlene Aparecida de Pádua Teixeira. 

André Bolela foi contemplado na área musical pelo seu projeto na área musical

COMISSÃO 

Através de portaria, foi constituída a a Comissão Especial de Análise, Seleção e Classificação dos Projetos Culturais do Programa de Incentivo à Arte e a Cultura – Bolsa Cultura. 

A Portaria observou o que determina a Lei Municipal nº 8050 de 22 de abril de 2014 e Lei nº 8.635 de 26 de dezembro de 2017. 

Wiliam Cesar Matias – representante da Secretaria Municipal de Cultura 

Claudio Nazaré Silveira – representante de Instituição de Ensino Superior 

Stella Santana Lima – representante da OAB 

Reginaldo Emídio – representante da sociedade civil 

De acordo com Marlon Centeno, eles deverão analisar os Projetos Culturais por áreas e valores de acordo com os critérios estabelecidos em edital.

1) - Proceder à classificação ou desclassificação dos projetos apresentados; 

2) - Realizar as diligências necessárias ao desempenho de suas funções. 

3) - Julgar os recursos na forma da lei.

As Folias de Reis e Congadas foram os projetos escolhidos na área de manifestação popular


Artigos Relacionados