​Franca busca flexibilizar os serviços de salões de beleza, restaurantes, bares

Taxa de ocupação dos leitos bem como números de vagas em UTI já favorecem avanço na flexibilização

Postado em: em Economia

Para avançar na flexibilização das atividades econômicas no município de Franca, a Prefeitura tem implementado todos os esforços para a liberação das atividades comerciais.

É necessário aguardar mais um período para a liberação do funcionamento – com restrições – de salões de beleza, bares e restaurantes como vinha sendo esperado.

Foi assim que definiu Luiz Carlos Vergara, da Secretaria Municipal de Saúde e do Comitê de Enfrentamento ao Coronavirus. 

Ele ressaltou que os indicadores de Franca já melhoraram, porém resta o credenciamento do Ministério da Saúde para o número de leitos na cidade.

Segundo ele, é desta forma que o Governo tem tratado e exigido dos Municípios para que posam ter a flexibilização comercial. 

Dentro das exigências do governo do Estado estão a média da taxa de ocupação de leitos de tratamento intensivo para Covid-19; número de leitos UTI Covid-19 por 100 mil habitantes; e taxas de acréscimo ou decréscimo de casos confirmados, internações e mortes pela doença na comparação com a semana anterior.

Vergara ressaltou que o município de Franca avançou de disponibilização de vagas, sendo 106 leitos de enfermaria (com ocupação de 35%); 36 leitos de UTI (de uma ocupação de 36%); além da aquisição de 20 leitos de enfermaria comprados junto à Santa Casa e outros 20 leitos junto ao Hospital da Caridade.

Franca fez a lição de casa e entende que na próxima avaliação da equipe do governador João Dória avançará para as próximas fases. E irá avançar com responsabilidade e cautela. 

"O empresário francano precisa estar ciente das medidas de restrição e risco de contágio do coronavirus – já que podemos avançar e também regredir se não puder contar com o esforço de todos”, revelou Vergara 

Se houver o esforço de todos com uso de máscara, com o isolamento social, a classificação de Franca no ranking do Estado poderá estar bem melhor.

Franca continuará nessa fase (2) – condição laranja, para nos próximos dias avançar para a fase (3), condição amarela, e paulatinamente às demais fases de acordo com o esforço de todos.


Artigos Relacionados