Escolas devem ter retorno escalonado com aulas presenciais e à distância

O Consed adiantou que na próxima semana, provavelmente já terão uma versão mais aprimorada do protocolo

Postado em: em Educação

O Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), juntamente com as secretarias de Educação, estão avaliando maneiras de fazer o retorno às aulas diante da pandemia do novo coronavírus.

As datas ainda permanecem incertas mas há um consenso: a volta será feita de forma escalonada em um modelo híbrido, com aulas presenciais e à distância.

O novo modelo avalia que as aulas presenciais deverão ser em dias alternados. Outra opção seria a ocupação dos colégios em turnos.

Outra medida que ganhou força entre os membros do grupo é estabelecer a volta às aulas por faixa etária. 

Os estudantes mais velhos podem fazer o retorno primeiro. Já as crianças, que costumam apresentar sintomas leves da doença ou permanecerem assintomáticas, ficariam por último.

O Ministério da Educação (MEC) informou que não participa deste planejamento e que cada estado tem a autonomia para decidir o seu calendário.

O grupo também destacou que está analisando experiências internacionais, recomendações da Unesco e do Sebrae. Também existem propostas de outros estados.

O Consed adiantou que na semana que vem pretende avançar e estabelecer datas para o retorno das atividades escolares.

*Metrópoles


Artigos Relacionados