Confederação defende PL que muda regra para registro e uso agrotóxicos

Objetivo dessa modificação é diminuir a burocracia e reduzir o tempo de registro de defensivos

Postado em: em Agronegócios

​Reginaldo Minaré, consultor em tecnologia da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) falou da visão da CNA acerca o Projeto de Lei 6299/02, que muda as regras do uso dos agrotóxicos.

De acordo com Reginaldo, o principal objetivo dessa modificação é diminuir a burocracia e reduzir o tempo de registro de defensivos agrícolas no Brasil.

Para ele, essa alteração não significa que o agricultor vai usar mais agrotóxico nas plantações já que, ainda segundo o consultor, o uso de defensivo agrícola deixa a margem de lucro menor, devido ao custo.

Ele destaca que o PL é uma atualização da Lei e não retira nenhuma competência dos órgãos que atuam no processo, a exemplo da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

OUÇA O ÁUDIO


Artigos Relacionados