Com chuvas constantes, Vigilância Sanitária alerta sobre incidência de dengue

Ações de orientação sobre as formas de eliminar os criadouros do mosquito Aedes aegypti continuam em Franca

Postado em: em Saúde

As chuvas não têm dado trégua em Franca. Junto a elas, o calor excessivo tem gerado um ambiente propício para a proliferação do mosquito transmissor da dengue, o Aedes aegypti. Por conta disso, a Vigilância Sanitária mantém a ação de visitas nos bairros a fim de orientar a comunidade sobre as formas de eliminar os ambientes que possam servir de criadouro.

Em 2017, a cidade encerrou o ano com 291 notificações de dengue até novembro do ano passado, 44 registros de casos autóctones e 2 importados confirmados. No Estado em geral, houve redução em torno de 77% nos casos de dengue em relação ao ano de 2016.

Segundo o diretor da Vigilância Sanitária, Nelson Salomão

Os agentes nas suas abordagens estão sempre uniformizados e com o crachá de identificação. E quando algum morador tiver dúvidas deve ligar para a Vigilância Sanitária, através do telefone 3711-9408, lembrando que as equipes atuam com cerca de 50 pessoas, distribuídas em grupos e sempre com um supervisor fazendo acompanhamento.

Vale lembrar ainda que além da dengue, o mosquito aedes aegypti pode provocar também a Zika e a Chikungunya, daí a necessidade da população se manter vigilante e engajada nas ações conduzidas pela Poder Público.



Artigos Relacionados