Campanha "Eletricidade Mata" orienta trabalhadores da construção civil

Mobilização resume os riscos que podem representar o contato com uma rede energizada

Postado em: em Saúde

A quarta-feira, 27 de novembro, foi de muita movimentação em Franca, com equipes da Secretaria de Saúde, especialmente do Centro de Referência Especializado em Saúde do Trabalhador (Cerest) e Vigilância Sanitária, que em trabalho integrado com técnicos da CPFL, percorreram bairros e empresas, levando informações sobre o dia ‘D’ da campanha ‘Eletricidade Mata’. 

O objetivo principal desse esforço é alertar os trabalhadores da construção civil, eletricistas, encanadores, calheiros e encarregados de obras em geral, sobre a importância dos IPI (Equipamentos de Proteção Individual), aliado a um conjunto de outros fatores que devem ser observados.

O tema da Campanha ‘Eletricidade Mata’ resume os riscos que podem representar o contato com uma rede energizada, seja na via pública ou mesmo numa simples manutenção caseira onde todo o cuidado é pouco. 

A iniciativa conta também com o suporte do Ministério Público do Trabalho. Os profissionais do Cerest e da Vigilâncias passaram por uma preparação coordenada por técnico da CPFL Paulista, no começo do mês auditório da Secretaria Municipal da Saúde e desde então o tema vêm sendo abordado em todas as palestras e ações realizadas pela equipe, inclusive voltadas para os representantes de associações comunitárias.


Artigos Relacionados