Aumento de imposto para o estado de São Paulo

Postado em:

Infelizmente nem só de boas notícias vive o Mundo do Vinho.

E grande parte destas notícias tem origem nos impostos cobrados principalmente no Brasil. Estes impostos deixam os vinhos nacionais e importados com valores acima do razoável.

Este ano o estado de São Paulo nos presenteou com um aumento no imposto do vinho, o conhecido presente de grego. Foi um presente deixado pela gestão anterior, que entrou em vigor no inicio de 2019.

Quando a ST (substituição tributária) entrou em vigor no estado de São Paulo, há alguns anos, o impacto negativo do mercado foi sentido em todo o estado, com perda de vendas e uma confusão tributária generalizada. Este imposto é cobrado antecipadamente, o que encarece o estoque das lojas, mercados, restaurantes e demais revendedores .

O imposto que sofre aumento desta vez, faz parte do cálculo da ST. É o chamado MVA (Margem de Valor Agregado) , um índice questionado desde o início da ST no estado, que este ano teve aumento. E QUE AUMENTO.

Para se ter uma ideia de quanto estou falando, o vinho nacional passou de 66,18% para 103,72% e o vinho importado de 110,66% para 119,06%.

Realmente, um absurdo, levando em conta que os vinhos já pagam uma tributação elevada em comparação com outros países.

Tentando reverter isto, a ABBA (Associação Brasileira de Exportadores e Importadores de Bebidas) , está contratando uma pesquisa para provar ao governo que está alíquota está acima do valor real.

Espero que esta pesquisa consiga mostrar que realmente o valor deste imposto está fora da realidade, e que uma possível redução de valores ajude a aumenta o consumo de vinho, melhorando assim o cenário para toda a cadeia, desde os produtores até o consumidor final.

Aí sim, com impostos menores, mas com consumo maior a arrecadação sobe e gerando mais empregos .