Atum em água ou óleo?

Postado em: - Atualizado em:

Dúvida frequente no consultório: "Atum em lata pode? Se sim, em óleo ou em água?"
Sabemos que devemos evitar o consumo de alimentos enlatados, principalmente pelo fato de a última película das latas - justamente a que fica em contato com o alimento - ser um filme plástico, o qual é rico em toxinas como os fitalatos e bisfenol A (os quais são tóxicos, cancerígenos e bagunçam nossa produção hormonal como ninguém ).
Mas na correria do dia-a-dia, ele acaba sendo um super quebra-galho.
Pois bem, levando tudo isso em consideração, na hora de consumir atum ou sardinha em lata, prefira sempre o EM ÓLEO!

Sabe por quê?

Pois o plástico e suas toxinas tem afinidade por alimentos proteicos e gordurosos. Quando o atum(ou a sardinha) está conservada em água dentro da lata, toda essa toxina fica retida no peixe. Já se ele está conservado em óleo, boa parte dessas substâncias ficam no óleo, que, obviamente, será desprezado antes do consumo, minimizando essa contaminação.
Daqui pra frente, faça assim: compre atum/sardinha conservadas em óleo "comestível" e no momento do consumo, escorra bem esse peixe, enxague em água corrente e então retempere ao teu gosto. Com uma colherada de leite de coco, sal, pimenta e cebolinha fresca fica especialmente gostoso. 

Esta coluna é semanal e atualizada às segundas-feiras