Aposentado de Franca perde R$ 25 mil em golpe de leilão de carro online

Vítima não desconfiou da fraude e quando viajou para buscar o carro, descobriu que o mesmo não existia

Postado em: em Segurança

Um aposentado de Franca foi vítima de um golpe na internet, em um site de leilões. Ele transferiu R$ 25.217,50 para uma empresa na aquisição de um carro. Quando foi buscar o veículo na cidade de Jumirim (SP), ele descobriu a fraude. Polícia Civil daquela cidade investiga o caso.

Por vergonha em ter caído no golpe, o aposentado preferiu não se identificar. Ele conta que fez empréstimo bancário para a aquisição do veículo. “Perdi o chão”, diz ao ficar sabendo que não existia leilão.

O sentimento, segundo a vítima, é de impotência. “Você toma uma rasteira como esta, com um dinheiro tão difícil de ganhar, eu vou recorrer a quem agora? Perdi, vou fazer o quê?”, lamenta.

O aposentado conta que a necessidade de adquirir um carro automático vem de um problema de saúde dele que dificulta dirigir um veículo convencional. A opção pelo leilão foi devido ao preço mais atrativo. “O preço de mercado é fora da minha realidade. O atrativo do leilão é esse, comprar um carro com valor de 20% a 30% abaixo”, explica. “Nas fotos, os carros têm aparência de serem bem conservados, do jeito que eu precisava”, completou a vítima.

A esperança dele é que o site seja bloqueado. “É uma coisa muito bem feita. Eles mandam o boleto com todos os dados do veículo e quando a gente chega lá, não existe leilão. É uma fraude”, relata.

O aposentado registrou boletim de ocorrência em Jumirim. A Polícia da cidade vai investigar o caso por estelionato. Ele acredita que mais pessoas caíram no golpe. “Eu gostaria que isso não acontecesse mais. É deprimente. Deixa a gente numa sensação muito ruim. Não tem o que fazer”, desabafa. 

Recomendação

Em nota, a Polícia Civil de Franca diz que investiga todos os casos que chegam à delegacia e reforça a importância das vítimas registrarem ocorrência. É importante que seja fornecido comprovantes e todas as informações que ajudam a identificar a autoria dos golpes.

Outra orientação é para que as pessoas evitem o pagamento antecipado e finalize as transações somente após ver o produto comprado e certificar-se da lisura da empresa anuncia.


Artigos Relacionados