Analista de Mercado Eduardo Carvalhaes abrirá a 3ª FamCafé, em outubro

Com entrada gratuita, evento terá desde apresentações de barismo e degustações a palestras técnicas

Postado em: em Agronegócios

Eduardo Carvalhaes falará sobre o mercado na abertura da feira (Foto: Reprodução)

​A Associação dos Produtores de Cafés Especiais da Alta Mogiana em parceria com a Prefeitura de Franca, está ultimando os preparativos para a 3ª edição da FamCafé - Feira da Alta Mogiana de Cafeicultura de Qualidade, que acontece em Franca de 8 a 10 de outubro, no Dann Inn Hotel.

Com entrada gratuita, o evento visa integrar toda a cadeia produtiva de cafés especiais, do produtor ao consumidor final. E para a abertura da 3ª FamCafé, no dia 08 de outubro, às 19h, o Analista de Mercado Eduardo Carvalhaes fará uma ampla abordagem sobre o segmento. No dia seguinte, também às 19h, o músico e apaixonado por café, Lucas Lima, estará presente no evento.

Com um investimento de R$ 340 mil do município, são esperados este ano cerca de 5 mil visitantes durante os três dias de evento, que contará com apresentações de barismo, cursos gratuitos, palestras técnicas, salas de experiência, degustação de cafés da região, cafeterias, concursos, exposição de equipamentos e outras diversas atividades.

A feira segue crescendo mais a cada edição, com pouco mais de mil visitantes em 2017 e 4 mil no ano passado, com uma grande participação do setor cafeeiro de toda a região.

A Alta Mogiana é composta por 23 municípios, sendo 15 deles paulistas e 8 mineiros. Ainda assim, é provável a participação de cafeicultores de outras cidades, a âmbito nacional. “Hoje temos que enxergar Franca como polo regional do café. É uma oportunidade para atrair investimentos e fornecer mercadorias e serviços para os municípios vizinhos”, disse João Jacintho, da Secretaria de Desenvolvimento.

Interação

Juntamente com a Famcafé, acontece o 8° Seminário de Meliponicultura e 2° Fórum de Apicultura de Franca. O objetivo é promover interação entre as cadeias produtoras de mel e derivados e dos Produtores de Cafés, inclusive com a prestação de serviços para polinização das lavouras através da locação de colmeias. Esta oportunidade garante maior visibilidade para ambos os setores e para a região da Alta Mogiana.


Artigos Relacionados