Acif prepara plano para retomada gradual das atividades comerciais

A entidade se comprometeu a apresentar plano de ação para que as atividades sejam retomadas

Postado em: em Economia

Prefeito Gilson de Souza na reunião feita fora do Gabinete

​A ACIF (Associação do Comércio e Indústria de Franca) participou, na sexta-feira, 27, de uma reunião na sede da Prefeitura Municipal para tratar sobre a suspensão das atividades econômicas de Franca, previstas pelo Decreto nº 11.018/2020 que traça medidas de enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19). 

Na oportunidade, a entidade defendeu a volta gradual do comércio, a partir da próxima semana, por meio de um plano de ação que prevê medidas de proteção ao contágio nos estabelecimentos comerciais. 

O projeto será apresentado ao prefeito Gilson de Souza na manhã de segunda-feira, 30, e, no mesmo dia, deverá ser entregue ao Governo do Estado para apreciação.

"Ao protocolar um ofício na Prefeitura de Franca, no dia 18 de março, a ACIF se posicionou pedindo pelo isolamento social por entender que a priorização da vida é sempre a primeira escolha. 

"Neste segundo momento, nosso objetivo é, além de continuar priorizando a vida, encontrar caminhos seguros para que a economia volte a girar", disse o presidente da ACIF, Tarciso Bôtto.

"Vamos nos sentar com autoridades da área de Saúde para entendermos como o comércio pode atuar respeitando um distanciamento social seguro para trabalhadores e consumidores".

"A partir disso, vamos entregar aos governos municipal e estadual um plano de ação para que haja a retomada das atividades comerciais". 

"Queremos, com isso, garantir a manutenção das empresas francanas e dos empregos. Este é um desafio inédito e é preciso que todos – governos, empresas, entidades e cidadãos – cooperem com a busca de soluções. O momento pede união."

De acordo com o prefeito Gilson de Souza, o plano entregue pela ACIF será apresentado ao governador João Doria ainda na segunda-feira, via videoconferência.

Presente na reunião de sexta-feira, o Ministério Público ponderou que, além da determinação municipal, existe um decreto (Nº 64.881/2020) que determina estado de quarentena em todo o Estado de São Paulo, até 7 de abril. 

Também por isso existe a necessidade de se encaminhar o projeto à apreciação do Governador.

Ações da ACIF

Na manhã de quinta-feira, 26, em reunião com a Prefeitura e outras entidades locais, a ACIF se comprometeu a buscar parcerias com outras entidades para levantar recursos e patrocínios para a compra de 9 mil testes do novo coronavírus, para Franca. 

O suprimento irá colaborar para que um isolamento social vertical aconteça da forma mais segura e eficaz possível. 

A mobilização da Prefeitura contempla outras entidades e o plano é para que, ao todo, 20 mil testes cheguem à cidade.

Ainda como medida de proteção à classe empreendedora, a ACIF informa que irá protocolar no Município um ofício solicitando a prorrogação do vencimento dos tributos municipais (IPTU, ISS, ITBI e Contribuições de Melhoria) pelo prazo de 90 dias.

(Fotos: SindiFranca/Divulgação)


Artigos Relacionados