A semana de moda mais agitada de todos os tempos... SPFW46

Postado em:

Com proposta de inovação, transposição e de casa nova (agora o evento acontece no espaço ARCA - um antigo galpão industrial de nove mil metros quadrados, onde funcionava uma metalúrgica, na Vila Leopoldina -, a semana de moda mais badalada da América Latina está abalando o cenário fashion do momento. Isto porque é possível comprar ingressos que dão direito a circular por uma parte do evento (inclusive na exposição com curadoria de Daniela Thomas), assistir a palestras e workshops e… sim, os desfiles que fazem parte do Estufa! Demais!!!

O Projeto Estufa, plataforma da São Paulo Fashion Week cujo objetivo é conectar iniciativas e movimentos dedicados a pensar e criar agora o futuro que queremos, acontece simultaneamente à edição 46 da plataforma de moda, de 22 a 26 de outubro, ocupando o Farol Santander e o ARCA, na Vila Leopoldina.

A iniciativa promove a reflexão a partir de conteúdos artísticos, estéticos e de conhecimento com uma agenda que inclui exposição, desfiles, masterclasses, talks, feira de startups e labs.

Daniela Thomas é a criativa convidada como inspiradora desta edição do Projeto e concebeu a reunião de 17 artistas contemporâneos que ocupam o ARCA com instalações provocativas e irreverentes. São os conceitos e questões colocados na exposição os pontos de partida para temas de conversas, encontros e workshops da programação, que também apresenta desfiles de sete marcas que se conectam com os pilares do Projeto Estufa e passam a integrar o lineup da temporada SPFW N46.

Entre os destaques estão a oficina de Upcycling com Augustina Comas; a oficina de ressignificar com Mana Bernardes; a masterclass de biomimética e design com Fred Gelli e os talks “O Futuro do Trabalho” e “O Que Só as Mulheres Vêem”.

O primeiro desfile que abriu o SPFW N46foi o de Lilly Sarti, no Farol Santander, com Isabeli Fontana dando início ao show... Na cartela apareceriam cores como açafrão e cereja ao lado de neutros e azuis; é a modelagem retomando aos anos 70 e 80 de calças soltas com barra apertada, maxi-jaquetas, cintura alta, curtos fechados com bota; animal print (leopardo, cobra, zebra); os materiais refinados como couro de cabra e georgette de seda; franjas, rendinha, a textura do cotelê e das bolinhas no tricô. A inspiração vem de casa: é Sofia, a mãe das Sarti, a musa desse outono-inverno 2019!!!! Maravilhosos looks que podemos usar além da passarela...

 João Pimenta

As roupas são inteiras feitas de algodão em parceria com o projeto Sou de Algodão; inclusive sem aviamento, fechadas com amarrações, de enlouquecer; o uso do látex (parceria com os seringueiros da Cooperflora, que banhando o algodão fazem com que as peças ganhem um brilho e peso de couro, vira um couro vegano), os bordados de linha (da cooperativa Bordana)... João Pimenta parte de todos esses elementos bem brasileiros pra fazer sua nova coleção apresentada no SPFW, só que eles se juntam em uma imagem surpreendentemente urbana, graças à modelagem trapézio, à alfaiataria e aos tênis Reebok no pé, o modelo Pump Supreme...

“A Garota da Motocicleta” todo elenco desse filme anos 60,70 aparece em versão mais que atualizada por Reinaldo Lourenço nessa passarela de outono-inverno 2019 apresentada no SPFW.

Do couro esperto com pegada motorcycle ao multicolorido geométrico passando pelo baby doll e os vestidos longos superleves que remetem aos cabelos ao vento em alta velocidade. É uma coleção contemporânea, moderna e luxuosa!!

Com um ar de protesto, mostrando a unificação dos povos, a liberdade e todas as outras questões que estão em alta nesse momento, Ronaldo Fraga trouxe um emocionante desfile para essa temporada repleta de peças em jeans,  uma mesa posta enorme com comidas de ambas as culturas, que ao fim foi repartida por todos, inclusive pela plateia... Fez parte da passarela e nos looks, a mistura de símbolos também esteve presente – a estrela de Davi, a bolsa-peixe, o chapéu ortodoxo, o lenço palestino...“todos somos iguais”. Fantástico!!

Dica de Diva!!!!

Jovens talentos da moda no SPFW46 entre Projeto Estufa, Top 5 do Sebrae e In-Mod mostraram em grande estilo suas coleções. Confiram um pouco do que já aconteceu por lá:

Ana Luisa Fernandes​

A coleção de Ana Luisa Fernandes A.lu.f, recém-formada que acabou de ganhar um prêmio na China, fala dessa dualidade entre o escritório de luz fria em uma realidade opressora e aquilo que agrada, o sonho, o vento que bate nos cabelos, o banho de mar. Sua estética é extremamente delicada apesar de ter muito volume, e os materiais são sustentáveis, como o algodão e poliéster reciclados, fibras naturais como seda tingida com pigmentos naturais e seus já famosos brincos de porcelana. Até os produtos de beleza usados nas modelos têm esse cuidado: a maquiagem da marca Arielle Marimoto, vegana e orgânica; e os produtos Phyto pros cabelos, com 95% dos ingredientes de origem vegetal. Chique!!!

Lucas Leão

Lucas Leão tem formação em modelagem. Ele abriu sua marca homônima há 3 anos, mas, desses, deixou-a de molho por dois pra trabalhar em outras marcas. Agora ele mostra a que veio no Projeto Estufa falando de regimes ditatoriais e focando especialmente no da Coreia do Norte. As formas vêm tanto dos vestidos típicos de lá, o hanbok, quanto dos uniformes mais quadradões, com destaque pro plissado coreano que ele aprendeu e invade as peças, inserido ou jogado por cima como um maxi-acessório.


 Led

O trabalho de Célio Dias, que pela terceira vez desfila no Top 5. As técnicas se misturam, assim como as cores: tricô e crochê; plástico com estampa feita à mão com caneta Posca; o chapéu vazado de metal remetendo ao chapéu do cangaceiro Lampião. A parceria com a marca de jeanswear Patogê, a ser vendida por eles, traz bordado de linha de maquinário com um dos símbolos da coleção: o chifre de veado, referindo-se à força… do viado, mesmo. Nas costas de duas peças, lê-se: “Bicha arretada“.... Adorei!!

Estamos juntas Divas lá no meu instagram:

@claudiamadeira_oficial

Superbeijo de Diva!!!

*Esta coluna é semanal e atualizada às quintas-feiras.