Curva da felicidade mostra a idade em que as pessoas são mais infelizes. Veja

Estudo de David Blanchflower , do Dartmouth College, diz que 'curva da felicidade', existe em todo o mundo

Postado em: em Comportamento

A meia-idade é miserável, de acordo com um novo estudo econômico que aponta 47,2 anos como o momento de pico de infelicidade no mundo desenvolvido.

O professor David Blanchflower, do Dartmouth College, ex-formulador de políticas do Banco da Inglaterra, estudou dados de 132 países para medir a relação entre bem-estar e idade.

Ele concluiu que em todos os países há uma "curva de felicidade" em forma de U ao longo da vida. Atinge o seu nível mais baixo nos países em desenvolvimento, com 48,2.

"A trajetória da curva é verdadeira em países onde o salário médio é alto, onde não é e onde as pessoas tendem a viver mais e onde não vivem", escreveu Blanchflower em um estudo distribuído pelo Bureau Nacional de Economia e Pesquisa. 

Pesquisa.

A pesquisa tem relevância crescente no momento em que há uma conscientização crescente das sociedades sobre a importância de salvaguardar a saúde mental, especialmente após a crise financeira e em meio à ascensão da globalização.

"A resiliência das comunidades deixadas para trás pela globalização foi diminuída pela Grande Recessão, que tornou especialmente difícil resistir ao choque para os vulneráveis ​​que passavam por uma crise de meia idade com poucos recursos", escreveu Blanchflower em um estudo separado, também divulgado pelo Bureau Nacional de Economia


Artigos Relacionados