3 meses após morte de Aretha Franklin, sua mansão é vendida por R$ 1,15 milhão

Franklin tinha uma fortuna estimada em US$ 80 milhões, que será divida entre seus quatro filhos

Postado em: em Um Toque a +

Pouco mais de três meses depois da morte de Aretha Franklin, em agosto, a mansão de 520 metros quadrados e tijolos à vista onde a cantora vivia em uma região nobre de Detroit foi vendida por US$ 300 mil (R$ 1,15 milhão) na semana passada. Construída em 1927, a propriedade foi comprada pela estrela em 1993, e ela quase a perdeu em 2008 em meio a uma disputa com o fisco dos Estados Unidos por causa de impostos atrasados.

A rainha do soul era dona ainda de outro endereço em Detroit, localizado em um subúrbio da cidade e colocado à venda no mês passado por US$ 800 mil (R$ 3,06 milhões). Franklin tinha uma fortuna estimada em US$ 80 milhões (R$ 305,8 milhões), porém, não deixou testamento. O patrimônio deverá ser dividido sem maiores problemas entre os quatro filhos dela, que sempre foram bastante unidos. 


Artigos Relacionados