25 Efeitos do excesso do açúcar na sua saúde

Postado em:

Querem saber como o consumo habitual de açúcar pode interferir na sua saúde?

Vejam só:

  • Aumenta os riscos de doenças cardiovasculares
  • Pode provocar cáries e queda dos dentes
  • Alimenta células cancerígenas
  • Pode levar à depressão ou provocar sintomas depressivos
  • Contribui para obesidade, diabetese síndrome metabólica
  • Pode prejudicar a visão e levar ao desenvolvimento de cataratas
  • Causa constipação e altera a microbiota intestinal (disbiose)
  • Provoca desidratação em recém-nascidos
  • Contribui para o envelhecimentoprecoce
  • Altera a estrutura do colágenoe contribui para o aparecimento (muitas vezes precoce) de rugas na pele
  • Em crianças, pode provocar hiperatividade, ansiedade, dificuldade de concentração e alterações de humor
  • Interfere no equilíbrio hormonal (alguns hormônios se tornam inativos e outros hiperativos sob influência do açúcar)
  • Contribui com doenças degenerativas do cérebro (como Alzheimer) e perda de memória
  • Piora os sintomas da TPM, cólicas menstruais e quadros de SOPe endometriose
  • Interfere no funcionamento regular das glândulas adrenais (que produzem hormônios importantes como cortisole noradrenalina)
  • Debilita a imunidade
  • Aumenta a produção de estrogênioem homens, levando a diversas alterações metabólicas
  • Interfere no funcionamento adequado da tireóide
  • Pode acionar gatilhos de transtornos alimentares em pacientes diagnosticados
  • Aumenta o apetitee dificulta a percepção de saciedade
  • Provoca hipoglicemia (efeito rebote)
  • Contribui com a instabilidade emocional e do humor
  • Prejudica a função renal
  • Prejudica a função hepática (esteatose / “fígado gorduroso”)
  • Contribui com a formação de celulite

É lógico que aqui estamos falando sobre o consumo REGULAR de açúcar. Comer ocasionalmente e com equilíbrio não irá provocar danos graves à saúde (a menos que você tenha alguma condição específica), no máximo um desconforto gastrointestinal, apetite aumentado, dor de cabeça, inchaço, espinhas e irritabilidade nos dias seguintes ao consumo.


*Esta coluna é semanal e atualizada às segundas-feiras