Vendas online somam 82 mil reclamações em 2020, mostra pesquisa do Procon

Questões mais reclamadas são demora, não entrega do produto, e problemas com cobrança

Postado em: em Economia

No mês de maio, o Procon-SP registrou um crescimento de 41% nos atendimentos relacionados a compras pela internet: enquanto abril teve 19.345 demandas de consumidores com problemas, maio teve 27.298. 

As questões mais reclamadas são demora, não entrega do produto, seguidos por problemas com cobrança.

Os problemas relacionados a internet vêm crescendo neste primeiro semestre. O mês de janeiro abriu o ano com mais de doze mil casos, caindo em fevereiro para 8.429 e voltando a subir nos meses seguintes: quinze mil em março, dezenove mil em abril e 27 mil em maio.

Durante o ano de 2019 o atendimento relacionado a compras pela internet somou mais de setenta e oito mil casos, sendo 33.628 no primeiro semestre e 44.791 no segundo. 

Só de janeiro a maio de 2020, já são mais de 82 mil demandas, ou seja, os números dos cinco primeiros meses deste ano já superam os de todo o ano passado.

Veja aqui dicas de como evitar problemas ao fazer compras online. (http://www.procon.sp.gov.br/wp-content/uploads/2020/02/GuiadeComercioEletronico.pdf)

Para o consumidor que tiver problemas com compras pela internet ou outra questão de consumo, o Procon-SP disponibiliza canais de atendimentos à distância: no site (www.procon.sp.gov.br), aplicativo - disponível para Android e iOS - ou via redes sociais; para as denúncias, marque Procon-SP, indicando o endereço ou site do estabelecimento. 




Artigos Relacionados