USP procura doadores que se recuperam de Covid-19 para doar plasma

Técnica de transferir plasma de pessoas curadas para doentes é chamada de transferência passiva de imunidade

Postado em: em Ciência

Pessoas que conseguiram se recuperar da Covid-19 podem ajudar a salvar vidas. 

Por isso, o Hemocentro da Faculdade de Medicina da USP – Universidade de São Paulo – em Ribeirão Preto, no interior do estado, está procurando doadores de sangue que venceram o novo coronavírus.

É que essas pessoas, que se contaminaram e se curaram da infecção, desenvolveram anticorpos no seu plasma que podem ser úteis para aplicar em pacientes graves e ajudar na recuperação da Covid-19.

De acordo com o Hemocentro, os médicos esperam que os pacientes que receberem o plasma proveniente de convalescentes da doença tenham uma recuperação mais rápida, menor tempo de internação e menor risco de morrerem.

Testes

A técnica de transferir plasma de pessoas já curadas para os doentes é chamada de transferência passiva de imunidade e está sendo testada, no caso do novo coronavírus, em vários países, inclusive no Brasil.

O Hemocentro de Ribeirão Preto obteve na última semana aprovação para desenvolver a técnica pela Conep – Comissão Nacional de Ética em Pesquisa.

Mais de 40 pacientes já estão recebendo plasma sanguíneo com os anticorpos que combatem a Covid-19.

O experimento segue outras iniciativas de pesquisa semelhantes às que estão sendo realizadas na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), na Faculdade de Medicina da USP, em São Paulo, e nos hospitais Albert Einstein e Sírio-Libanês.

Em nota divulgada no dia 3 de abril, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) informou que pesquisadores dedicados a essa técnica já têm obtido “resultados promissores”.

Entretanto, a agência pondera que as conclusões não podem ser encaradas como uma “comprovação definitiva sobre a eficácia potencial do tratamento”, devido à inobservância de critérios científicos rigorosos, como abrangência da amostragem.

Rápido e seguro

O Hemocentro garante que a doação é rápida e segura.

Ela pode ser feita por meio de uma máquina que utiliza somente materiais descartáveis, e demora cerca de 40 minutos.

Requisitos

Para ser doador, a pessoa deve:

  • Ter tido a Covid-19 confirmada,
  • Estar recuperado e sem sintomas há pelo menos 14 dias.
  • Ter mais de 50 quilos, ser homem ou mulher que nunca engravidou.

Antes da doação, o Hemocentro de Ribeirão Preto fará uma avaliação.

Outras informações no telefone 0800 979 6049, via whatsapp 16 9 9399 1259, ou pelo email doador@hemocentro.fmrp.usp.br.


Artigos Relacionados