Uso do celular ao volante é 2ª maior causa de multas no trânsito de Ribeirão

Só em 2018, foram 15,5 mil autuações de motorista flagrados com o aparelho enquanto dirigiam

Postado em: em Cidades

O uso de telefone celular ao volante é a segunda maior infração cometida por motoristas em Ribeirão Preto, segundo dados divulgados pela Transerp, empresa que gerencia o trânsito na cidade.

O levantamento aponta que, em 2018, 15,5 mil condutores foram autuados flagrados segurando o aparelho enquanto dirigiam o que equivale a 15,1% do total de multas.

Essa prática, que só perde para o excesso de velocidade, aumenta os riscos de acidentes.

Segundo a pesquisadora Raquel Almqvist, psicóloga especialista em psicologia do trânsito, são muitas as distrações que afetam o motorista no itinerário, desde um barulho dentro do carro a fatores emocionais, mas o manuseio do aparelho celular é o mais preocupante, ainda mais diante das condições nem sempre favoráveis das ruas.

Por isso, a orientação é não abrir exceções e não utilizar, em nenhuma situação, o telefone enquanto estiver ao volante.

Na última semana, ao menos quatro acidentes registrados ocorreram tendo como elemento suspeito a distração do motorista.

Entre os registros, foram encontrados motoristas que demoram a perceber que há carros adiante e outros que conduzem utilizando somente uma mão enquanto utilizam o celular dirigindo. "Enquanto estamos dirigindo estamos fazendo mesmo que automaticamente correções na direção, porque, estamos vendo, o asfalto tem ranhuras, pode ter um pequeno buraco, uma reentrância. Com isso o veículo é jogado de um lado para o outro e nós, sem perceber, estamos corrigindo, fazendo com que o veículo mantenha a linha dentro da faixa. Às vezes em uma simples distração o veículo é jogado para o lado e você não consegue mais tirar a tempo", afirma Raquel.


Artigos Relacionados