​Tribunal aprova contas de 2017 de Dirceuzinho, prefeito de Pedregulho

As contas do 1º ano do atual governo (2017) receberam parecer favorável em votação plenária do Tribunal

Postado em: em Política

Depois de sucessivas reprovações no Governo anterior, finalmente, Pedregulho tem suas contas públicas aprovadas em parecer técnico do TCE – Tribunal de Contas do Estado referentes ao primeiro ano de mandato da atual administração, comandada pelo prefeito Dirceu Polo Filho – Dirceuzinho.

As contas do 1º ano do atual governo (2017) receberam parecer favorável em votação plenária do TCE durante a 30ª sessão ordinária da 1ª Câmara daquele colegiado, realizada no último dia 24/09 (terça-feira), tendo como relatora e presidente a conselheira Cristiana de Castro Moraes.

No processo das contas públicas de 2017, autuaram no processo os advogados Gabriela Cintra Pereira Geron e Rodrigo Pereira Martins e pelo TCE, João Paulo Giordano Fontes, com base na fiscalização realizada na Prefeitura pela Unidade Regional 17, do TCE, sediada em Ituverava.

Nos últimos quatro anos o TCE rejeitou três das quatro contas da última administração (2013-2016), sendo que as únicas aprovadas (de 2013) tiveram 21 apartados pelo TCE.

Mesmo assim o processo ainda é alvo de apuração da Justiça, principalmente por irregularidades ocorridas na FEAPP, onde o então Prefeito pagou, por apenas um show (da dupla Jorge & Mateus) R$ 470 mil em contrato.

O Tribunal de Contas considerou o contrato irregular, o que comprometeu as finanças da cidade pelos anos seguintes, inclusive 2017, quando o prefeito Dirceuzinho conseguiu equilibrar as finanças municipais.

O ex-prefeito também teve rejeitadas as contas de 2016, segundo o TCE por ter pagado 31.719 (isso mesmo: 31 mil 719 horas extraordinárias), correspondendo financeiramente a um desembolso de R$ 440.465,24 (quatrocentos e quarenta mil, quatrocentos e sessenta e cinco reais e vinte e quatro centavos) apenas naquele ano.


Artigos Relacionados