SESI-SP estende para junho distribuição de refeições: Mutirão em Franca continua

Programa lançado em maio atingiu a meta de 4 milhões de refeições e em junho serão mais 2,5 milhões

Postado em: em Filantropia

O SESI-SP fecha o mês de maio cumprindo a meta estabelecida de distribuir 4 milhões de refeições gratuitas.

A boa notícia é que a ação social será estendida até o final de junho. Com isso, o  SESI-SPtribuir mais 2,5 milhões de refeições, totalizando 6,5 milhões. 

Para Paulo Skaf, presidente da Fiesp e do SESI-SP, mais de 300 mil pessoas foram atendidas diariamente com a ação em todo o estado de São Paulo. "Não podemos deixar de ajudar a sociedade neste momento tão delicado", declara Skaf. 

"Estamos agora em uma fase de reabertura gradual, de retomar a atividade econômica. Apesar dessa perspectiva, as comunidades mais vulneráveis ainda precisarão de todo apoio para se reerguerem depois das sequelas financeiras trazidas pela pandemia. Por conta disso, estendemos as doações as famílias de maior vulnerabilidade social", afirma Skaf

Nesta segunda etapa, que vai durar todo o mês de junho, o Sesi-SP distribuirá 2,5 milhões de refeições para entidades filantrópicas, como ONGs, Igrejas e projetos sociais, já cadastrados pelas unidades operacionais e escolas do SESI-SP.

Serão 100 mil refeições saudáveis e balanceadas distribuídas diariamente, de segunda a sábado. 

E em Franca o mutirão do bem também continua, inclusive com o auxílio de voluntários que se juntaram à causa, beneficiando centenas de pessoas e famílias todos os dias.

O cardápio, composto por arroz, feijão, proteína e legumes, é elaborado por uma equipe de 138 nutricionistas e modificado a cada dia, levando sempre em consideração os alimentos mais frescos e as hortaliças da estação.

Ao longo de todo o mês, para transformar pouco mais de uma tonelada de alimentos em refeições que beneficiarão 108 municípios do Estado, o SESI-SP monta uma verdadeira força-tarefa com seus 139 cozinheiros, 606 auxiliares de cozinha, mais de 900 colaboradores realocados de outros setores e até mesmo voluntários.

Todos munidos com equipamentos de proteção individual (EPIs), como máscara, touca e luva, e seguindo restritos protocolos de segurança para a prevenção da Covid-19, o que inclui o distanciamento entre as pessoa, o trabalho em ambientes ventilados e o uso contínuo de álcool em gel.

Entidades da indústria contra o Coronavírus 


Além das 6,5 milhões de refeições que serão distribuídas gratuitamente para a população em situação de vulnerabilidade social, o SESI-SP desenvolveu uma série de guias, planos, conteúdos e até novos serviços para auxiliar as indústrias na prevenção e cuidados com o Coronavírus. 

A proposta é fortalecer o setor, mantendo sua produtividade, postos de trabalho e a segurança e saúde de todos os colaboradores. As ações estão descritas na página www.sesisp.org.br/para-industria/covid19.

O SENAI-SP, entidade também presidida por Paulo Skaf, produziu e distribuiu para comunidades carentes mais de 1 milhão de frascos de álcool em gel. 

A instituição também utilizou sua capacidade técnica de produção em escala industrial para confeccionar 1 milhão de máscaras. 

Esses insumos foram doados para hospitais e Santas Casas do Estado de São Paulo. Ainda auxiliando na preservação das vidas infectadas com o novo Coronavírus, o SENAI-SP está realizando o conserto de respiradores.

Mais de 130 respiradores receberam manutenção no último mês e foram realocados em 47 hospitais.


Artigos Relacionados