SESI Franca recebe nesta sexta, 15, peça sobre o negro em sociedade racista

“Húmus: Corpos Invisíveis” dá voz e ouvidos às vozes negras silenciadas pela sociedade

Postado em: em Cultura

O Teatro do SESI de Franca apresenta nesta sexta-feira, 15 de março, às 20h, o espetáculo "Húmus: Corpos Invisíveis", com a Cia Quadro Negro.

O drama com duração de 50 minutos dá voz e ouvidos às vozes negras silenciadas pela sociedade. Assim, por meio de uma linguagem fragmentada e violências cotidianas, o espetáculo teatral “Húmus: Corpos Invisíveis” fala sobre ser preto em uma sociedade racista. Para alguns corpos, a invisibilidade não é uma escolha, e sim predestinação social tornando-os, dessa forma, apenas terra negra. São vozes silenciadas que unidas por um manifesto cênico potente em dor e poética, desta vez vão falar e serão ouvidas.

Formada em Ribeirão Preto por jovens artistas negros. a Cia. Quadro Negro propõe em seu trabalho fornecer uma experiência de conscientização acerca dos temas da questão racial e da violência institucional (estado, economia, religião, sociedade) naturalizada contra o povo preto e traduzida por meio de discursos e práticas desiguais.

O espetáculo integra o projeto Território SESI-SP de Arte e Cultura, que visa incentivar e difundir a produção artística regional.

FICHA TÉCNICA:
Direção: Washington de Paula | Direção de Produção: Thiago Leal | Elenco: Camila Telles, Denis Cardoso, Fernando Almeida, Lorena Ramos, Precy Anne, Rô Andrade | Dramaturgia: Cia. Quadro Negro | Música: Precy Anne | Sonoplastia: Giovanni Pereira | Figurino: Eduardo Fernandes | Iluminação: Michel Masson | Preparação Corporal: Thiago Leal | Preparação Vocal: Janaína Oliveira | Fotos: Sheila Brandão.

Com entrada gratuita, para assistir ao espetáculo basta reservar seu ingresso até às 12h desta sexta-feira, 15 de março pelo site www.sesisp.org.br/meu-sesi. Os ingressos com e sem reservas serão distribuídos 1 HORA antes do evento.


Artigos Relacionados