Sem espaço na TV, ex-BBB Dicesar vira balconista de loja em shopping center

Ex-BBB Dicesar recorre a trabalho de vendedor em loja de shopping center por falta de espaço na televisão

Postado em: em Um Toque a +

Quem assistiu o BBB10, muito certamente vai se lembrar de Dicesar Ferreira, figura icônica da tribo dos coloridos. O ex-BBB, que já chegou a trabalhar na TV depois da passagem pelo reality, lida com a falta de espaço para voltar à telinha.

Dicesar, ao site Notícias da TV, afirmou que não foi chamado para entrar no BBB 2020 e explicou que agora está trabalhando como balconista num shopping: 

Sou vendedor mesmo, de balcão. Trabalho oito horas em pé. [Tenho] Carteira assinada, sou registrado. Tudo bonitinho“.

A decisão do intérprete da drag queen Dimmy Kier tomou tal decisão devido a algumas dívidas e negou ter vergonha disso:

Não tenho vergonha de recomeçar. Outro dia chegou uma amiga minha de mais de 15 anos e que já foi minha modelo em evento. Ela falou: ‘Você precisa disso?’. Falei: ‘Preciso’. Meus condomínios estavam todos atrasados“.

Ele que já foi proprietário de uma loja de maquiagens por cinco anos, contou que ainda é reconhecido pelas pessoas: “Todo mundo compra. Primeira coisa que perguntam é se sou o ‘moço da TV’. A venda é certa“.

Além de tudo, o ex-BBB valoriza o relacionamento com os colegas: “Nunca na minha vida, nem no SBT, ganhei cesta de Natal. Ganhei uma aqui na loja. Nunca na minha vida cantaram parabéns para mim. Aqui meu chefe cantou com um bolo. Aqui não sou um ex-BBB, sou um amigo da equipe de vendas“.

Sobre a época de ouro, Dicesar abriu o jogo: “Até 2017, o BBB me rendeu muito. Trabalhos, feira de maquiagem, tirei meu DRT de ator, estou na terceira peça de teatro e viajei o Brasil e o mundo nos três anos que fiz o programa da Eliana. 

"Trabalhei muito, mas depois de 2018 foi dando uma minguada. Cachês caros de R$ 5 mil e R$ 3 mil viraram R$ 1 mil e, se duvidar, o povo quer que a gente vá por R$ 500. Hoje eu tenho meu apartamento e ajudei minha mãe a comprar o dela“.

No entanto, o entrevistado tem consciência de que tudo é composto de fases e confessa ter pedido ajuda na TV: 

Uma hora você está lá em cima. No outro dia, aparece uma pessoa ganhando menos que você. Não sou magoado com televisão. Sei que tem que renovar. Já pedi ajuda para Rodrigo Faro e Sabrina Sato. De verdade? Ninguém me respondeu“.


Artigos Relacionados