Em resposta à Santa Casa, Saúde de Franca diz que só paga após convênio

"Estamos agindo dentro da lei e temos protocolos a cumprir. Não podemos atropelar as coisas”, disse Vergara

Postado em: em Política

Luiz Carlos Vergara, coordenador da Secretaria da Saúde

Em declaração ao Jornal da Franca, a Secretaria Municipal de Saúde de Franca retrucou as ponderações da Santa Casa que, em nota oficial, anunciou que o Estado e Município não repassaram os recursos para a instituição. 

“Vamos assinar o convênio nessa semana, após aprovação do projeto na Câmara, e enviar recursos para que a Santa Casa possa disponibilizar 20 leitos para casos de Covid-19. Não tem como atropelar as coisas”.

Essas foram as palavras de Luiz Carlos Vergara Pereira, da Secretaria de Saúde de Franca. Ele ainda criticou dirigentes da Santa Casa que não receberam um paciente de Pedregulho, com suspeita de Covid-19 e que corria risco de vida.

“Estamos agindo dentro da lei e temos protocolos a cumprir. Não podemos atropelar as coisas”, disse Vergara.

Além disso, para Vergara, "a Santa Casa é obrigada a atender os pacientes  na chamada região da Três Colinas, que envolve os municípios de Restinga, São José da Bela Vista, Cristais Paulista e Ribeirão Corrente".

O coordenador da Secretaria de Saúde explicou a situação ao Jornal da Franca, através de gráfico, e espera maior atenção dos órgãos de saúde neste momento de pandemia. “Não podemos brincar com vidas”.

NOTA OFICIAL

Tendo em vista a nota da Santa Casa, a Prefeitura de Franca emitiu uma nota oficial.

"A Prefeitura de Franca esclarece que a Santa Casa é a instituição referência em leitos clínicos e UTI de Covid-19 para o colegiado 3 Colinas, que envolve a cidade e região;

Ressalta que média e alta complexidade são de responsabilidade do Estado;

A Prefeitura informa que negociou com algumas instituições o aumento dos leitos clínicos, entre eles 20 com a Santa Casa, isso a mais que aqueles garantidos pelo Estado, via SUS. 

O custeio desses 20 leitos está seguindo os trâmites legais, em  processo de aprovação legislativa.

Assim, considera inaceitável a postura da instituição neste final de semana, em negar atendimento para pacientes de Franca e de Pedregulho, alegando não estar recebendo para tal, quando na verdade, existe contrato ativo com o Estado e a instituição.

Reafirmando, ela é referência SUS para o colegiado citado", finaliza a nota oficial.



Artigos Relacionados