Sebrae-SP: Empreendedores de Franca passam a contar com consultoria gratuita

Através do Desenvolve Alta Mogiana, convênio com Prefeitura dará suporte a empresários e futuros empresários

Postado em: em Economia

Vinícius Nóbrega, gerente do Sebrae-SP em Franca

A Prefeitura de Franca, por meio da Secretaria de Desenvolvimento, firmou um convênio com o Sebrae para implantar o programa Desenvolve Alta Mogiana que tem como objetivo fomentar o empreendedorismo de forma a impactar no curto, médio e longo prazo à população que poderá desenvolver uma atividade econômica de forma sustentável, gerando renda, arrecadação e alavancando o protagonismo individual e a livre iniciativa. A cerimônia aconteceu na tarde da última sexta-feira, 13, foi realizada no Auditório ‘Fábio Meirelles’ do Parque de Exposições “Fernando Costa” e contou com diversas autoridades de Franca e região.

O prefeito Gilson de Souza considera o convênio de fundamental importância para ajudar o empreendedor a receber uma consultoria gratuita. “Esse convênio é muito importante, pois o Sebrae tem todos os profissionais qualificados desde a orientação jurídica, como parte financeira até o marketing. Qualquer dúvida que ele tiver poderá esclarecer com uma consultoria gratuita.”

A partir do programa Desenvolve Alta Mogiana, o empreendedor de toda a região poderá receber todas as orientações necessárias para abrir um negócio e, consequentemente, contribuir para geração de emprego em seu município. Como o mercado é competitivo, a orientação técnica dá uma base importante para que o empreendedor enfrente o mercado sem correr o risco de fazer um péssimo negócio podendo perder todo o dinheiro investido.

O Desenvolve Alta Mogiana tem como público-alvo: empresários existentes; futuros empresários; pequenos agricultores; agentes públicos e
empresas considerando as micro e pequenas. Todo o atendimento será realizado no próprio Sebrae pela equipe de consultoria. O projeto terá duração de aproximadamente um ano.

Quem procurar o Sebrae poderá receber orientações por meio de palestras, oficinas, consultorias individuais e outros. Poderão receber informações nas áreas de olericultura (hortaliças), artesanato, alimentação fora do lar, multissetorial, comércio e varejista, indústria de calçados e promovidos ainda encontros de negócios.

O investimento da Prefeitura será de R$ 204.694,00.




Artigos Relacionados