Saiba como observar a conjunção da Lua com três planetas nesta semana

Os fenômenos são um prato cheio para quem gosta de observar o céu e poderão ser vistos a olho nu

Postado em: em Ciência

​Nesta semana, a Lua fará um verdadeiro passeio pelo sistema solar ao entrar em conjunção com três planetas, em três dias seguidos. 

Os fenômenos são um prato cheio para quem gosta de observar o céu e poderão ser vistos a olho nu em todo o Brasil.

Em termos astronômicos, uma conjunção é quando dois ou mais corpos celestes aparecem perto uns dos outros no céu. 

Eles não estão realmente próximos, trata-se de uma “ilusão” causada por sua posição no céu em relação a nós. Ainda assim, é um belo fenômeno.

Em termos astronômicos, uma conjunção é quando dois ou mais corpos celestes aparecem perto uns dos outros no céu.

Eles não estão realmente próximos, trata-se de uma “ilusão” causada por sua posição no céu em relação a nós. Ainda assim, é um belo fenômeno.

Vale lembrar que todos os horários e direções mencionados neste artigo tem como base um observador em Brasília, e podem variar de acordo com sua localização no país. 

Uma sugestão é consultar a página sobre a conjunção no site In the Sky, que leva em consideração a localização do visitante para atualizar as informações. 

Você pode alterar a localização usando o botão Change Location no canto superior direito da página.

14 de abril: conjunção da Lua com Júpiter. O par será visível a olho nu partir das 00:00 até as 06:00, olhe para o leste. Plutão também estará ali pertinho, mas devido à sua distância não é visível a olho nu.

15 de abril: agora é a vez de Saturno ficar em conjunção com a Lua. O par será visível a olho nu partir das 00:24 até as 06:05, olhe para o leste.

16 de abril: desta vez é Marte que estará em conjunção com a Lua. O par será visível a olho nu a partir da 01:04, quando surge no horizonte, até as 06:04. 

Saturno, Júpiter e Plutão estarão logo acima da Lua, o que torna esta uma ótima oportunidade para ver vários objetos de uma vez só. Olhe para o leste.

Para se orientar em relação aos pontos cardeais, uma dica é usar um app em seu smartphone. Quem tem um iPhone não precisa instalar nada, basta usar o app Bússola que é parte do iOS.

Para Android, a recomendação é o "Apenas uma bússola", da PixelProse SARL, que é bonito, simples, gratuito e, mais importante, sem anúncios. 

Além da direção em que o celular está apontando, ele também indica o horário do nascer e do pôr do sol, sua altitude e até a intensidade do campo magnético próximo ao aparelho. Tudo isso em uma tela só.


Artigos Relacionados