Representantes de vários municípios se reúnem para a 2ª Plenária Repac

A Repac nasceu em 2017 a partir de uma iniciativa da controladoria do município de São Paulo

Postado em: em Política


A quinta-feira, 3, foi de muita discussão e uma oportunidade para troca de experiências em buscas de soluções para problemas comuns vividos pelos municípios.

Esse foi o objetivo da 2ª Plenária Repac (Rede Paulista de Controladorias Municipais) e Evento ‘Ouvidorias’ realizada durante toda a quinta-feira na Secretaria Municipal de Educação.

O evento foi realizado em parceria com a Prefeitura de Franca por meio de sua Secretaria de Assuntos Estratégicos e reuniu representantes de várias cidades do Estado. 

O encontro contou com as presenças do Secretário Municipal de Assuntos Estratégicos de Franca, Adriel Cunha; do controlador Geral do Município de São Paulo e secretário-executivo da Repac, Gustavo Ungaro;  do assessor jurídico da Controladoria Geral do Município de São Paulo, Eduardo Romano

Também participaram a assessora Técnica da Rede Paulista de Ouvidorias (da Ouvidoria Geral do Estado de São Paulo) Anneliese Buchi Batista, Mylene Gambale, também da Repac, Érica Prieto Dutra, representante da Faculdade de Direito de Franca e a coordenadora da Auditoria e Controle Interno de Franca, Lígia Granzoto. 

Além dos representantes de várias cidades como: Guarulhos, Osasco, São Caetano do Sul, Santana de Parnaíba, Arujá, Batatais, Sertãozinho, Jardinópolis, Pedregulho, Ribeirão Corrente.

O secretário Adriel Cunha agradeceu a presença de todos os participantes e falou da importância de um encontro como este.

“Nenhum vento nos é favorável se não sabemos onde queremos ir. Na minha opinião, esse evento é muito importante porque traça o objetivo, a meta e onde queremos chegar e ainda como queremos aplicá-las no dia a dia. Acredito que a controladoria é muito importante para o município, principalmente para expandir, cada vez mais, a  transparência na administração pública.” 

Mylene Gambale falou um pouco de como surgiu a Repac.

A Repac nasceu em 2017 a partir de uma iniciativa da controladoria do município de São Paulo em um evento realizado em São Caetano do Sul. 

Logo surgiu a ideia de se tornar uma rede de controladorias com a participação de diversos municípios do Estado de São Paulo. 

Desde então foram promovidos vários encontros em todo o Estado, como este que acontece agora em Franca. 

"O ganho que é obtido nestes encontros - já que os municípios vivem praticamente os mesmos problemas - é muito grande e precisamos ter essa disponibilidade de participar dos encontros", disse.

Durante o encontro em Franca, novos municípios aderiram à Repac com o objetivo de promover a troca de experiência para problemas comuns. 

O próximo encontro será realizado ainda neste ano com a expectativa de ampliar o número de participantes. 

“A Ouvidoria restaura o horário diálogo com o cidadão e a administração pública”, disse ela.


Artigos Relacionados